30 de agosto de 2014

Mulheres postam fotos seminuas no facebook de dentro do presídio


Um caso curioso acontecido em abril bombou na internet nos últimos dias e chamou a atenção dos internautas. Fotos sensuais de mulheres seminuas postadas no Facebook. Algo comum se as personagens não fossem detentas da cadeia pública de Guarapuava, no Paraná.

As imagens mostram duas presas seminuas fazendo poses sensuais dentro das celas do presídio. De acordo com um carcerário do local, as postagens aconteceram em abril deste ano e no mesmo mês, as mulheres foram identificadas e penalizadas com sanções administrativas aplicáveis nesse caso.
 
 
 
Para a Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (Seju), que é responsável pela cadeia pública de Guarapuava, o local possui procedimentos para impedir a entrada de celulares na carceragem, como detectores de metais e revista em visitantes. Mas, afirmou que a revista em mulheres é muito contestada, pois muitos a consideram um ato invasivo, o que acaba atrapalhando a ação dos agentes carcerários.
 
Informações: Agmar Rios
 

28 de agosto de 2014

IBGE: Brasil tem 202.768.562 habitantes; BA passa de 15 milhões

Salvador aparece como o terceiro maior município do país com 2.902.927
 O Brasil tem 202.768.562 habitantes, aponta o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Dados específicos sobre cada município foram divulgados nesta quinta-feira, 28, e estão presentes em resolução publicada no Diário Oficial da União.

Os números são aplicados nos cálculos de repasses de recursos aos municípios e são utilizados também pelo Tribunal de Contas da União (TCU). A posição reflete a população no começo de julho deste ano.
O Estado mais populoso é São Paulo, com 44.035.304 habitantes. Roraima tem a menor população: 496.936 habitantes. Minas Gerais fica em segundo lugar, com 20.734.097 habitantes. O Estado do Rio de Janeiro tem a terceira maior população do País, com 16.461.173 habitantes. A Bahia aparece em quarto lugar, com 15.126.371, o que representa 7,5% da população brasileira.

O município de São Paulo é citado com 11.895.893 habitantes; o município do Rio de Janeiro, com 6.453.682 habitantes; Salvador, em terceiro lugar entre os 25 cidades mais populosa, aparece com 2.902.927 habitantes.


As tabelas apresentadas hoje mostram, também, que o País tem municípios com pequena população, como Borá, em São Paulo, com 835 pessoas. A localidade fica a cerca de 500 quilômetros da capital paulista.
O IBGE explica que as "Estimativas da População para Estados e Municípios", com data de referência em 1º de julho de 2014, atende exigências estabelecidas pela Lei nº 8.443/1992 e pela Lei complementar nº 143/2013.

Essas leis estabelecem que a "entidade competente do poder executivo federal fará publicar no Diário Oficial da União, até o dia 31 de agosto de cada ano, a relação das populações dos municípios, e até 31 de dezembro, a relação das populações dos Estados e do Distrito Federal, para os fins previstos na Lei nº 8.443".

Informações: A Tarde



Homem tira roupa em shopping de Salvador para mostrar que não roubou

 Os outros consumidores do shopping param para assistir à cena e batem palmas diante de sua atitude
Salvador Shopping é um dos maiores de Salvador. Foto: internet
Um vídeo que mostra um homem se despindo em um shopping de Salvador tem circulado por redes sociais nesta quinta-feira (28). Ele é ouvido dizendo que não se incomoda de ir para delegacia. "Eu sou trabalhador, rapaz, não sou ladrão, não". 

Enquanto grita, ele tira a roupa. "Cadê o roubo? Mostre o roubo, aqui, d...", diz. Os outros consumidores do shopping param para assistir à cena e batem palmas diante de sua atitude. 

Segundo as testemunhas que registraram o vídeo, o incidente aconteceu na loja de material esportivo "Centauro", mas a cena filmada acontece no meio do shopping. Um segurança é visto se aproximando do rapaz depois que ele tira a calça. "Não roubei nada, não. Veio de lá do shopping me seguindo", diz, ainda gritando, ele. 

Logo depois, ele bota a mochila e sai. Ainda do lado de fora, continua gritando com o segurança. "Saio do shopping e o cara me seguindo (...) Só porque é negro, é negão, vai roubar. Vá se f...". 

Procurado, o Salvador Shopping afirmou que o caso aconteceu depois de uma discussão entre um vendedor e o cliente e este último saiu, de vontade própria, da loja. A assessoria não confirmou que o caso aconteceu na Centauro e afirmou ainda não saber se o cliente foi acusado de roubo. Representantes da Centauro não foram encontrados para se posicionar. 

O caso ocorreu na tarde desta quinta-feira (28).

Informações: Correio da Bahia

Assista

Estudante de Direito da Ufba faz vaquinha na web para ir estudar em Portugal

No último dia 18, ele recebeu a notícia que havia passado em 1º lugar no Programa de Mobilidade Acadêmica de Dupla Titulação para estudar por dois anos na Universidade de Coimbra, em Portugal
Noédson Santos passa o chapéu na web para custear intercâmbio (Foto: Marina Silva)
 Naiana Ribeiro (naiana.ribeiro@redebahia.com.br

Aos 21 anos, o estudante de Direito da Universidade Federal da Bahia (Ufba) Noédson Conceição Santos é um exemplo de determinação. No último dia 18, ele recebeu a notícia que havia passado em 1º lugar no Programa de Mobilidade Acadêmica de Dupla Titulação para estudar por dois anos na Universidade de Coimbra, em Portugal. O único problema é que ele não sabe se poderá ir. Apesar do projeto isentá-lo das taxas da universidade, que somam 7 mil euros ao ano - o equivalente a cerca de R$ 21 mil -, ele precisa arcar com passagens de ida e volta e toda permanência por lá, que custa R$ 1.300 por mês.

Para isso, o estudante, sem condições de financiar o intercâmbio, fez uma vaquinha online pedindo ajuda para conseguir arcar pelo menos com o deslocamento, que sai por cerca de
R$ 5.594, e criou perfil na rede social Vakinha (www10.vakinha.com.br/VaquinhaE.aspx?e=280822) na terça-feira.

Em apenas um dia, o estudante conseguiu R$ 310, sendo que mais R$ 240 ainda devem ser recebidos. Até 12 de setembro, ele precisa arrecadar a quantia total, pois as  aulas começam dia 15. “Fiquei sabendo do site através de um amigo Leandro Luz, meu colega de quarto. Ele viu na televisão e logo lembrou de mim. Já falei com alguns amigos e divulguei na minha página pessoal no Facebook. Tem muita gente ajudando e na torcida. A minha postagem tem mais de 40 compartilhamentos”, revelou. Ele disse, ainda, que conhecidos pediram o número da sua conta e o ajudaram diretamente. 

Noédson precisa arrecadar o dinheiro das passagens de ida e volta até 12 de setembro (Foto: Reprodução/Vakinha)
Logo após a sua aprovação no programa, sua mãe, Rosimeire da Conceição, 42, que é professora, viajou para São Paulo em busca de um emprego para ajudá-lo. “Ela abdicou da vida simples, mas com conforto, para ajudar na minha carreira. Isso é louvável”, contou Noédson.

Sobre o programa, o estudante afirma que será uma oportunidade de ampliar novos horizontes, vivenciar uma nova cultura e adquirir muitos conhecimentos: “Meus pais sempre me ensinaram a nunca desistir dos meus sonhos. Por isso, pensei: ‘Uma pessoa que já desbravou e enfrentou dificuldades de Nova Canaã até a Ufba, com certeza tem muita garra para ir a outros mares’. Desde pequeno, penso em ser advogado e, hoje, quero fazer isso e lecionar, pois acredito no potencial formador que o professor tem na sociedade. Vi nesse programa a oportunidade de me tornar um profissional mais capacitado e desempenhar melhor a minha profissão”.

Natural de Nova Canaã, Noédson saiu de casa aos 16 anos pra estudar em colégios de Vitória da Conquista. No final de 2011, ele foi aprovado na Ufba, na Uesb e na Uneb, e resolveu vir para Salvador. Hoje, mora na residência universitária da universidade federal com mais três estudantes e se sustenta com o auxílio conseguido através da Pró-Reitoria de Assistência Estudantil (Proae) e de uma bolsa de iniciação científica de R$ 400.

Informações: Correio da Bahia
 

25 de agosto de 2014

Moradores de Serra Preta cobram melhorias no programa 'Água para Todos'

Possidonio Matos aguarda a instalação completa da bomba para utilizar a água

O Programa do Governo Federal Água para Todos vem se tornando água para poucos no município de Serra Preta a 160 Km de Salvador. Andando pela zona rural do município foi possível detectar várias deficiências na instalação das cisternas de polietileno. Muitos moradores ficaram insatisfeitos desde o cadastro entre o convênio CAR e Prefeitura Municipal.  

Já se passam aproximadamente 120 dias da instalação das primeiras unidades em Serra Preta e muitos moradores não podem utilizar a água que cai das chuvas por conta do serviço incompleto da empresa contratada pela CAR através do processo de licitação a H3 Engenharia. Em alguns domicílios faltam a instalação da bomba, outros domicílios a calha muito pequena e já em outros domicílios, a instalação da tubulação e o filtro de água não existem.

As comunidades do Macaco e Mandassaia estão entre as prejudicadas. As cisternas, instaladas há mais de 90 dias, estão sendo utilizadas por moradores sem os acessórios necessários. Mais de dez casas onde passamos existem problemas na instalação do equipamento. É o que relata a Sra. Albertina Matos de 96 anos no vídeo abaixo.

O que diz a CAR

Entramos em contato por telefone com a CAR (Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional) a senhora Ana Luísa do Água Para Todos prometeu tomar as medidas necessárias para a solução do problema junto a empresa H3 Engenharia para solucionar as pendências, bem como a empresa fornecer o primeiro carro pipa com 7 mil litros a todos os populares que foram contemplados pelo programa. 

A funcionária ainda comentou que qualquer pessoa que se sentir prejudicada pode entrar em contato com a CAR através do telefone (71) 3360-3711. Atráves desde telefone pode-se fazer reclamação do não funcionamento do equipamento, bem como denúncias de irregularidades no cadastro.

Versão da Empresa H3 Engenharia

Ainda por telefone falamos com o Sr. Héliton, que se identificou como proprietário da empresa. O mesmo informou que as pendências das instalações já estão sendo vistas pela empresa e depois de todo o serviço concluído a empresa irá colocar água em todos os reservatórios. 

Segundo o empresário, há algumas cisternas que veio com defeito de fábrica, faltando a entrada que liga para a bomba, nestes casos será mais demorado, pois o fabricante precisar enviar técnicos para a solução do problema. A empresa H3 Engenharia deixou também contato para que populares possam descrever a sua reivindicação em encaminhar a direção da empresa através dos telefones (71) 3248-3288/32483645 ou pelo Email: h3@h3engenharia.com.br.

Moradores aguardam ansiosos para a solução do problema e assim armazenar para a estiagem as águas que caem no semiárido.

Site da H3 Engenharia:  http://www.h3engenharia.com.br/

Reportagem produzida por Alexsandro Matos



Matéria Relacionada
Serra Preta: Famílias sem água potável



IPTU gera polêmica no bairro de Ipitanga

Vera Paixão diz que o valor médio do imposto na área é de R$ 1.200

A partir do ano que vem, os moradores dos condomínios Marissol I e II, em Ipitanga, podem passar a pagar o Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) em Salvador. A questão tonou-se polêmica, pois os contribuintes, que até então recolhiam o tributo para a prefeitura de Lauro de Freitas, recusam-se a aceitar a mudança, por conta dos custos previstos com cartórios e, principalmente, por temerem aumento de imposto.

O Ministério Público já foi acionado e deve emitir parecer em dois meses. A Secretaria Municipal da Fazenda de Salvador, por sua vez, tem expectativa de iniciar ainda este ano o recadastramento dos imóveis.

A funcionária pública Vera Paixão, que mora há mais de 20 anos no local, quer que, pelo menos, os imóveis antigos continuem seguindo o previsto pela documentação de origem, ou seja, recolhendo o IPTU em Lauro de Freitas. Nos condomínios, moram hoje 1.048 famílias

Lei de 1969

A questão remonta à Lei 2.713, de 1969, que define a área questionada como de Salvador. Como os imóveis, entretanto, já haviam sido registrados nos cartórios do município vizinho, o IPTU continuou sendo recolhido em Lauro de Freitas. Só que agora, 45 anos depois, a prefeitura da capital quer passar a cobrar o tributo do local, onde existem casas de padrão classe média.

"Não pagamos IPTU barato, como se possa imaginar, mas, definitivamente não queremos ficar sujeitos à voracidade de arrecadação do Fisco de Salvador", afirma. O valor médio do imposto na área atualmente é de R$ 1.200.

Em nota, a Prefeitura de Lauro de Freitas reconhece os direitos da capital, mas alerta as dificuldades para a regularização: "Trata-se de uma situação de muitos anos. Havendo a solução em definitivo da questão, haverá necessidade de alteração de todos os registros imobiliários".

De acordo com a Sefaz da capital, como o recadastramento dos imóveis do local ainda não foi feito, não há como estimar a arrecadação ou valores de IPTU.

O promotor Cristiano Chaves espera por um acordo que não prejudique os moradores. "Não vamos tolerar nada que implique bitributação", diz. "A tendência é de haja indicação de compensação tributária, considerando sempre a boa fé dos contribuintes".

Informações: A Tarde

Matéria Relacionada
Estudantes da UFBA produz vídeo sobre IPTU

Datena invade estúdio e xinga Milton Neves ao vivo

 Apresentador foi afastado pela Bandeirantes depois do incidente


O apresentador José Luiz Datena não gostou de um comentário feito por Milton Neves no domingo (24) na Rádio Bandeirantes. Ele chegou a invadir o estúdio do "Domingo Esportivo Bandeirantes" para tirar satisfações com o colega de emissora. 

A confusão entre os dois começou quando Milton e o comentarista Neto conversavam sobre José Hidalgo Neto, o Capitão Hidalgo. Eles disseram que Datena morou com o ex-jogador em Coritiba no passado. 

“Sabe quem morou na casa do Hidalgo em Curitiba e tava desempregado na vida? Zé Luiz Datena. Morou na casa do Hidalgo, filou boia lá e até hoje ele é grato. Porque tem muito ingrato por aí que não olha para trás, mas o Datena agradece o Hidalgo (...) Quero mandar um abraço para o Datena, que ama o Hidalgo, que ainda não era essa grande estrela da televisão brasileira (...) O Hidalgo tem maior orgulho de ter sido seu companheiro na fria e maravilhosa Curitiba. Grande Datena, deitou e rolou também no Paraná antes de virar essa estrela nacional”, disse. 

Em seguida, foi possível ouvir ao fundo a voz de Datena no estúdio. "Que m... é essa que você falou? Que m... é essa aí, cara? É o c...", disse, aos gritos. O programa então foi imediatamente interrompido para entrada de comerciais. 

Por conta do incidente, a Band resolveu suspender Datena por dois dias. O repórter Lucas Martins foi designado para substituí-lo nesta segunda e na próxima terça, segundo o Uol. A direção da emissora não pretende se manifestar publicamente sobre o caso. Já Datena se pronunciou. 

"A Bandeirantes é a minha casa e acato com o maior respeito e carinho qualquer decisão da direção. Afinal, quando tomei a decisão de voltar para lá, já tinha optado pelo lugar onde pretende encerrar a minha carreira. Para mim, o assunto está encerrado. Não guardo mágoas do Milton e nem de qualquer outro companheiro da Band", disse o apresentador. 


Ouça a confusão:

24 de agosto de 2014

Corpo de Geovane é enterrado no município de Serra Preta

Cerca de 300 pessoas estiveram presentes no enterro, que aconteceu no povoado Morro do Curral, em Serra Preta

Amigos e familiares de Geovane Mascarenhas de Santana, 22 anos, participaram da cerimônia de despedida do corpo rapaz no início da tarde deste domingo (24), no município de Serra Preta, que fica a 155 km de Salvador. O enterro aconteceu em um cemitério da cidade que fica no povoado Morro do Curral.

Cerca de 300 pessoas estiveram presentes no enterro, sendo que metade chegou ao local em dois ônibus e outros carros fretados. Serra Preta, na microrregião de Feira de Santana, foi escolhida para o sepultamento por ser a cidade natal da família do rapaz, visto vivo pela última vez durante uma abordagem policial da Rondesp, no bairro da Calçada.

Os custos com o enterro foram pagos pela família. “Ofereceram ajuda quando a gente teve na Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, mas a gente já tinha se organizado e não precisou”, contou o comerciante Jurandy Silva de Santana, pai de Geovane.

LEIA MAIS no Jornal Correio da Bahia



22 de agosto de 2014

Mulher agredida por dono de bar em SP corre risco de morte

A auxiliar de produção Fernanda Regina César Santiago, que está internada na UTI de um hospital do interior de São Paulo, corre risco de morte. O seu grave estado de saúde não foi motivado por um acidente, mas por uma cotovelada na cabeça, desferida pelo proprietário de um bar na noite do último sábado, 16.
Imagens de uma câmera de segurança mostram a agressão sofrida pela mulher, que tinha acabado de sair de uma casa noturna com um grupo de amigos.
Eles discutiam com o dono do estabelecimento, Anderson Tingo de Oliveira, de 34 anos. Mais exaltada do que os outros, Fernanda estava ao lado do empresário e gesticulava bastante, até que ele reagiu e desferiu o golpe.
A vítima caiu, bateu a cabeça no chão e sofreu múltiplos traumatismos cranianos. Socorrida inicialmente para a Santa Casa da cidade, ela foi transferida e segue internada na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Regional de Sorocaba.
Já o agressos foi localizado na terça-feira, 19, e está cumprindo prisão temporária por 30 dias na Delegacia de São Roque. Ele responderá por tentativa de homicídio, com agravante por motivo torpe.

Confira no vídeo o momento da agressão:

20 de agosto de 2014

VÍDEO MOSTRA JORNALISTA SENDO DECAPITADO NO IRAQUE

Fonte: Reprodução/dailymail.uk
Fonte: Reprodução/dailymail.uk
Um vídeo postado nesta terça-feira na rede YouTube supostamente mostra um homem, identificado como o jornalista norte-americano James Wright Foley, sendo decapitado por um militante do Estado Islâmico. O vídeo, intitulado “Uma Mensagem à #América (do #Estado Islâmico)”, já foi removido do YouTube.
Foley, um repórter fotográfico freelancer, desapareceu no noroeste da Síria em 22 de novembro de 2012. Em maio de 2013, uma reportagem da Columbia Journalism Review, da faculdade de jornalismo da Universidade Columbia, de Nova York, dizia que Foley estava sendo mantido por seus captores perto de Damasco.
O vídeo traz um texto que diz: “Obama autoriza operações militares contra o Estado Islâmico, colocando a América numa ladeira escorregadia na direção de um novo fronte da guerra contra os muçulmanos”. Na imagem, filmada num deserto, Foley aparece com a cabeça raspada, as mãos amarradas às costas e vestido com uma bata cor de laranja; atrás dele está um homem armado, vestido de preto, conforme mostram imagens estáticas publicadas pelo jornal britânico Daily Mail (e disponíveis aqui).
Voltado para a câmera, o jornalista lê uma mensagem endereçada a seu irmão John, que serve na Força Aérea dos EUA. “Eu morri naquele dia, John, quando os seus colegas jogaram uma bomba nessa gente, Eles assinaram minha sentença de morte”, diz Foley. O jornalista também diz: “Chamo meus amigos, família e entes queridos a erguer-se contra meus verdadeiros matadores, o governo dos EUA. Porque o que vai acontecer comigo é apenas o resultado de sua complacência e criminalidade.”
Foley para de falar e seu executor dá um passo à frente, dizendo: “Vocês tramaram contra nós e saíram de seu caminho para achar motivos para interferir em nossos assuntos. Hoje, a sua força aérea militar está nos atacando diariamente no Iraque. Seus ataques causaram baixas entre os muçulmanos.
Vocês já não estão combatendo uma insurgência. Somos um exército islâmico e um Estado que foi aceito por um grande número de muçulmanos em todo o mundo. Portanto, na prática, qualquer agressão ao Estado Islâmico é uma agressão aos muçulmanos de todos os ramos de atividade que aceitaram o Califado Islâmico como sua liderança. Portanto, qualquer tentativa sua, Obama, de negar aos muçulmanos seus direitos de viver em segurança sob o Califado Islâmico resultará em derramamento do sangue do seu povo.”
Nesse ponto, o executor decapita o jornalista. Comentaristas citados pela Associated Press disseram que o sotaque do executor é britânico, possivelmente de Londres ou do sudeste da Inglaterra.
Depois do assassinato de Foley, o executor exibe no vídeo outro prisioneiro, também de joelhos e com as mãos amarradas às costas; uma legenda identifica o prisioneiro como Steven Joel Soltoff, um norte-americano que desapareceu na Líbia em agosto de 2013. O executor diz: “A vida deste cidadão americano, Obama, depende da sua próxima decisão.” Em fevereiro de 2002, outro jornalista norte-americano, Daniel Pearl, do Wall Street Journal, foi decapitado por terroristas da rede Al Qaeda no Paquistão.

17 de agosto de 2014

Papa Francisco critica hipocrisia dos religiosos que "vivem como ricos"

O papa advertiu para “o perigo que constitui o consumismo em relação à pobreza da vida religiosa”

 

"A hipocrisia dos homens e mulheres consagrados que professam o voto de pobreza e, contudo, vivem como ricos, danificam a alma dos fiéis e prejudicam a Igreja", disse hoje (16) o papa Francisco a 4 mil membros das comunidades religiosas sul-coreanas, no centro católico para pessoas com mobilidade reduzida de Kkottongnae, que fica a 100 quilômetros ao sul de Seul.  

O papa advertiu para “o perigo que constitui o consumismo em relação à pobreza da vida religiosa”, em um país que alcançou um rápido progresso material nas últimas décadas. Falou também sobre a castidade, expressando “a entrega exclusiva ao amor de Deus”, em uma alusão a setores que defendem o desaparecimento do celibato na Igreja Católica. 

"Todos sabemos quanto exigente é [a castidade] e o compromisso pessoal que comporta. As tentações neste domínio requerem humildade e confiança em Deus, vigilância e perseverança”, lembrou Jorge Mario Bergoglio aos religiosos sul-coreanos. 

Depois, o papa Francisco se encontrou com 150 representantes laicos da Igreja Católica sul-coreana, tendo-os desafiado a “ir mais além”, a ajudar os pobres e a se esforçarem para que todas as pessoas possam ter a “dignidade de ganhar o pão e manter as suas famílias”. 

Em seu seu discurso, ele falou “do matrimônio” nos tempos atuais, qualificando o presente como “uma época de grande crise para a vida familiar”. 

Francisco iniciou na quinta-feira (14) uma viagem de cinco dias à Coreia do Sul, a primeira que um papa faz em 25 anos àquele país, que tem 5,4 milhões de católicos, mais de 10% da população total. Hoje, antes do encontro com pessoas com mobilidade reduzida, ele beatificou 124 mártires na praça Gwanghwamun, no centro de Seul, numa cerimônia assistida por centenas de milhares de pessoas. 

O papa visitou ainda um cemitério de fetos abortados ao se deslocar ao centro católico de Kkottongnae, no terceiro dia da sua visita à Coreia do Sul. Francisco passou junto ao Jardim Taeahdongsan, onde se pode ver uma estátua da Sagrada Família rodeada de centenas de cruzes brancas de madeira que pertencem àqueles que "não nasceram", tendo orado em silêncio.  

Na Coreia do Sul há uma taxa elevada de abortos e, segundo os dados oficiais publicados em 2005, foram praticadas nesse ano 340.000 interrupções voluntárias de gravidez, tendo nascido apenas 440.000 crianças. A lei sul-coreana do aborto estabelece que, em caso de violação, incesto, perigo para a saúde da mãe ou doenças hereditárias há um prazo máximo de 24 semanas desde a concessão para que seja possível praticar o aborto. 

A visita ao país termina na segunda-feira (18).


16 de agosto de 2014

SALVADOR: Fim de semana promete chuva

VÍDEO AO VIVO

Serra Preta: Carreta tomba na BA-120.



Uma carreta carregada de ureia (produto utilizado como fertilizante) tombou na noite de sexta feira, 15 de agosto de 2014, na BA-120, no município de Serra Preta-BA.

De acordo com informações, no veiculo estava apenas o motorista que teve ferimentos leves. Essa já é a segunda carreta que tomba no município em dois meses.

No mês passado um ônibus da empresa Emtram que seguia para São Paulo também ficou atolado na mesma estrada. O acidente aconteceu no trecho da BA-120 que liga o distrito de Ponto a sede do município.


Texto e fotos: Fanpage Serra Preta Bahia/ via blog Agmar Rios

Matérias Relacionadas

 

Projeto quer nova reforma para "simplificar" o português

Com mudança, "homem" se escreveria "omem" e "flecha" viraria "flexa" 

Senador Cyro lidera projeto (Foto: Ag. Senado)
Um projeto capitaneado pelo senador Cyro Miranda (PSDB-GO) propõe que a língua portuguesa passe por mais uma reforma ortográfica com objeto de deixá-la mais simples. Para facilitar o ensino e aprendizado da língua, a proposta é de que o "h" na frente de palavras seja extinto - "homem", por exemplo, se escreveria "omem".

Outro ponto do projeto, que é discutido na Comissão de Educação do Senado, propõe que o "ch" dê lugar à letra x. "Flecha" viraria "flexa". O hífen também pode ser extinto.

Para a senadora Ana Amélia Lemos, vice-presidente da comissão, o projeto é necessário porque há muitas divergência em relação com o último acordo ortográfico. "Na época, sequer foi feita uma consulta aos professores para a mudança da ortografia", criticou em entrevista ao jornal "Tribuna", do Espírito Santo.

O grupo técnico conta com coordenação dos professores Ernani Pimentel e Pasquale Cipro Neto.

Pimentel explica que a ideia é ter um sistema com o menor número de regras e de exceções, o que facilitaria o ensino da língua, que passaria a exigir menos "decoreba". "Quase ninguém sabe a ortografia em nosso País. Encontrar quem saiba usar hífen, j, g, x, ch, s, z, é algo raro. Até professores precisam recorrer a dicionários para confirmar como se escreve uma palavra ou outra, de tão complexo que é o nosso sistema", disse Pimentel.

A expectativa é de que até maio do ano que vem aconteçam discussões sobre o tema com professores do Brasil, Portugal, Angola, Moçambique e Cabo Verde para só a partir daí concluir e colocar o projeto em votação. "Cada país levará para aprovação do seu Legislativo. Caso aprovado, poderia entrar em vigor em 2016 ", explicou o senador.


15 de agosto de 2014

Com ajuda de amigas, mulher inventa sequestro ao marido para passar a noite com amante

A mulher, que é casada com um gerente de banco, acabou sendo "dedurada" pelas colegas 

"Crime" mobilizou a polícia em Divinópolis
Uma mulher de 31 anos disse ao marido que havia sido sequestrada após passar uma noite “desaparecida” em Divinópolis, no centro-oeste de Minas Gerais. A "vítima", na verdade, estava com o amante. Ela contou com ajuda das amigas para inventar o crime.

De acordo com a Polícia Militar, Priscila Michalshy de Paulo Mascarenhas, que é casada com um gerente de banco, foi encontrada na BR-494 na manhã dessa quinta-feira (14) e deu sua versão para o que tinha acontecido. Ela disse que foi abordada por um homem armado ao sair de um bar, onde estava com as colegas, e obrigada a ficar no carro enquanto ele dirigia.

No centro da cidade, os dois desceram do Fox e entraram em outro veículo, onde estava outro suspeito. Eles roubaram joias, dinheiro e o celular da mulher, que foi obrigada a ingerir bebida alcoólica, e a abandonaram próximo a um posto de combustíveis na rodovia, já de manhã, quando ela finalmente conseguiu ligar para o companheiro.

“Dedurada” pelas amigas

A versão das duas amigas da suposta vítima, porém, é um pouco diferente. Elas contaram para a PM que realmente estavam no bar e que a mulher do gerente foi embora por volta de meia-noite. Às 3h, o marido dela ligou para as duas, perguntando do sumiço da companheira.

As colegas viram o Fox da amiga parado na avenida Getúlio Vargas, em frente à casa do amante, e decidiram tirar a placa do carro, já que sabiam que a polícia estava em busca do veículo. No início da manhã, conseguiram falar com a mulher e planejaram o “crime”.

Foram as duas que levaram a amiga até o posto de combustíveis onde ela tinha sido “abandonada”. Todas foram levadas para a Delegacia de Polícia, para prestar esclarecimento, menos a mulher do gerente, que estava sob efeito de remédios. Elas podem responder por falsa comunicação de crime.

Informações: R7

Festa da Boa Morte: Confira a programação de uma das mais famosas manifestações culturais da Bahia

Consolidada como um ícone dos festejos populares da Bahia, a Festa da Boa Morte, que acontece de 13 a 17 de agosto de 2014, reúne as irmãs membros de uma das mais tradicionais e famosas confrarias religiosas da Bahia, formada por mulheres negras e descendentes de escravos.

Sua origem foi em Salvador, mas sua vinda para Cachoeira está ligada às senzalas e à luta das mulheres negras contra o regime escravagista, comprando cartas de alforria e oferecendo fuga aos escravos, além de buscar preservar os rituais das religiões de matrizes africanas.
Com a abolição da escravatura, a irmandade aproximou-se da Igreja Católica, fundando a entidade que funciona até hoje. Para celebrar a força dessas mulheres, todos os anos em agosto acontece a Festa da Boa Morte, uma das mais importantes manifestações da cultura afro-brasileira.
A programação que tem datas fixas começa no dia 13 de agosto (quarta-feira) com um cortejo anunciando a morte de Maria e uma missa em memória das irmãs falecidas. Ainda no primeiro dia, as irmãs fazem sentinela na Capela e participam da Ceia Branca, na sede da Irmandade.
No dia 14 (quinta-feira), segundo dia, acontece a Missa de Corpo Presente de Nossa Senhora da Boa Morte. Em seguida acontece a Procissão do Enterro. Neste dia, as irmãs vestem-se de preto, carregam velas e não ostentam joias e outros adereços.
No dia 15 (sexta-feira), terceiro dia celebração, a festa começa com a Alvorada pela manhã. Mais tarde, acontece a missa festiva pela Assunção de Nossa Senhora, seguida da Procissão de Nossa Senhora da Glória. Neste cortejo as irmãs vestem branco, usam joias e adereços vermelhos, indumentárias e trajes considerados um dos mais belos e simbólicos dentre as manifestações religiosas de todo o mundo. Durante a noite baianos e turistas se divertem ao som do autêntico Samba de Roda, no Largo D’Ajuda.
O encerramento acontece nos dias 16 e 17 (sábado e domingo) que não conta com cortejos pelas ruas, no entanto são os mais aguardados por muitos visitantes, pois é quando são servidos o Cozido e o Caruru, respectivamente, banquetes da cozinha afro-baiana preparados pela irmandade e oferecidos gratuitamente a todos na própria sede da Boa Morte, localizada em frente à Capela D’Ajuda.


Cidade de Serra Preta faz aniversário

Igreja do Bom Conselho em Serra Preta.                    Foto Arquivo
Há exatos 292 foi edificada a capela, financiada por João Carneiro de Oliveira, onde homenageou Nossa Senhora do Bom Conselho. 15 de agosto de 1722 é a data convencionada para a origem da Cidade de Serra Preta. Porém, há quem afirme que essa data o povoado foi beneficiada com a construção da capela e o povoado passou a se chamar Boa Vista do Bom Conselho, o leva a crê que já existia um núcleo urbano bem antes.

Polêmicas a parte, a data de 15 de agosto de 1722 já é bem significativa e coloca Serra Preta como um dos centros urbanos mais antigos do Brasil. Porém, em 1938, o povoado foi elevado à condição de Vila de Serra Preta e subordinado ao município de Ipirá. Serra Preta só conquista sua emancipação em 19 de dezembro de 1953.

Como o poder público ou nenhuma entidade debate a questão, é comum os moradores se confundirem o aniversário da cidade com o aniversário de emancipação. Outra questão importante, que o nosso blog sempre se preocupa, é a preservação do patrimônio arquitetônico que Serra Preta possui e que vem sofrendo alterações ou mesmo destruída pela ação do tempo.

Desejamos felicidade aos moradores da cidade de Serra Preta e consciência para manter vivo este patrimônio em pleno sertão baiano. 

Matérias Relacionadas:




14 de agosto de 2014

Vítima de injúria no WhatsApp pede prisão do autor

Juliana teme, inclusive, sofrer eventuais agressões na rua
 Rodrigo Meneses 

Há 12 dias, a balconista Juliana das Virgens, 28 anos, teve uma foto sua colocada no aplicativo de mensagens de celular WhatsApp com um texto dizendo falsamente que ela tem Aids e que estaria com uma agulha furando as pessoas pela rua. Para piorar, ainda divulgaram seus dois telefones na mesma mensagem e informaram o bairro onde ela mora.

Depois disso, a balconista já recebeu mais de 200 ligações. Inclusive  durante esta entrevista uma pessoa desconhecida ligou para ela. Juliana já cancelou o número do WhatsApp porque estava recebendo centenas de mensagens.

Medo

Fora o transtorno e a difamação, Juliana vive com medo de andar pelas ruas e sofrer um  eventual atentado por parte de pessoas que acreditem na mensagem falsa. "Fico com medo de sair. Volto do trabalho às 10h da noite e estou assustada", declara inconformada com a situação.

Um dia após descobrir as falsas informações, Juliana foi até a 10ª Delegacia Territorial (em Pau da Lima) para comunicar o fato à polícia. Mas foi orientada pelos policiais de plantão a procurar uma unidade especializada.

Nesta sexta-feira, 15, ela irá até o Grupo Especializado de Repressão a Crimes por Meios Eletrônicos (GME), localizado na  Polinter, nos Barris, para registrar um boletim de ocorrência (BO) contra o crime.

Orientação

O coordenador do Grupo Especializado de Repressão a Crimes por Meios Eletrônicos, delegado Charles Leão, explica que Juliana das Virgens foi vítima de um crime de injúria. Ele orienta que pessoas vítimas desses crimes por meio da internet ou por outros meios eletrônicos devem coletar algum indício que comprove o delito.

Se for em computador ou celular, a vítima deve fazer um print screen (foto) da tela. "A partir daí, a delegacia vai contatar o WhatsApp, Facebook ou o site que seja, para saber quem está propagando a mensagem", explica Charles Leão.

O delegado complementa informando que o novo Marco Civil da Internet obriga os sites, mesmo sediados fora do país, a fornecerem informações de registro de conexão para fins de investigação, sob pena de serem retirados do ar.

Cogitações

A balconista acredita que o autor do crime a conhece, pois foi usada a foto do perfil dela do WhatsApp e divulgados os números de seus telefones. "As pessoas com quem me relacionei são sérias. Não tenho um suspeito em especial, mas deve ser algum ex-namorado ou a namorada de um ex",  arrisca.

Ela tem dois filhos, que também estão sofrendo. "Um vizinho perguntou ao meu filho de 12 anos se eu estava com Aids. Aí, ele teve que explicar toda a história para a pessoa", disse.

Em maio passado, uma dona de casa foi linchada em São Paulo ao ser confundida com uma mulher que realizava rituais de 'magia negra' com crianças. Um retrato falado da suspeita foi publicado no Facebook.

Informações: A Tarde

Eduardo Campos: suposta testemunha mentiu ao vivo na Globo


Até que ponto vai a imaginação, o oportunismo, a insensibilidade e o cinismo de uma pessoa? Essa resposta fica ainda mais difícil de ser definida ao analisar o comportamento de uma hipotética testemunha do acidente aéreo que matou o candidato do PSB à Presidência da República, Eduardo Campos, e outros seis ocupantes da aeronave, na quarta-feira (13), em Santos, litoral paulista.

No final da manhã, durante o plantão do ‘Jornal Hoje’, da Globo, o repórter José Roberto Burnier entrevistou um homem que disse ter auxiliado no resgate de feridos. Ele afirmou ainda ter tido acesso aos destroços do jato.

Aparentemente emocionado, contou ter reconhecido o corpo de Eduardo Campos: “Cheguei a abrir o olho dele”, contou, para surpresa do repórter. Burnier o contestou para certificar a informação. O entrevistado, convicto, mais uma vez disse ter reconhecido Eduardo Campos entre os mortos — e ele ainda revelou, para certa comoção do jornalista, ser eleitor do candidato.

Pouco tempo depois, quando os boatos foram abafados por informações oficiais, todos soubemos que nenhuma vítima poderia ser reconhecida visualmente. Devido ao impacto e à explosão, os corpos ficaram dilacerados e carbonizados. Apenas exames de arcada dentária e DNA poderão determinar as identidades. O dentista Fernando Cavalcanti, que atendia Eduardo Campos, viajou do Recife para São Paulo levando radiografias e outros documentos, para ajudar na identificação do corpo do político.

À noite, José Roberto Burnier fez a matéria de abertura do ‘JN’, e estava no link, diretamente de Santos. Foram exibidos os testemunhos de várias pessoas que disseram ter presenciado a tragédia. Mas o homem que, horas antes, dissera ter reconhecido e tocado em Eduardo Campos ao tentar socorrê-lo, não foi mostrado.

O lamentável episódio ocorrido na Globo não é uma exceção. Sempre que acontece uma tragédia com a presença da imprensa surgem oportunistas, sádicos e desequilibrados que aproveitam a situação para aparecer na TV. 
José Roberto Burnier não tem culpa de ter sido enganado. Numa transmissão ao vivo, no calor da emoção e com notícias desencontradas, é impossível apurar se o entrevistado diz a verdade, fantasia ou mente descaradamente.

No primeiro momento, aquele depoimento parecia tão real, a dor da suposta testemunha se mostrava tão verdadeira, que seria improvável desconfiar de uma farsa. No fim, foi apenas mais um papagaio de pirata, um urubu midiático, alguém que realizou o desejo de ter 15 segundos de fama tripudiando sobre a tragédia alheia.

Informações: Portal Terra.

Gilmar Mendes mantém bens de José Sérgio Gabrielli bloqueados

Gilmar Mendes mantém bens de José Sérgio Gabrielli bloqueados
Foto: Manuela Cavadas/ Metropress (arquivo)

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu nesta quarta-feira (13) manter a decisão do Tribunal de Contas da União (TCU) que determinou o bloqueio dos bens do ex-presidente da Petrobras José Sergio Gabrielli. Na mesma decisão, Mendes deixou de analisar o pedido da presidenta da estatal, Graça Foster, para evitar o bloqueio. O ministro vai analisar a questão após manifestação do TCU no processo.

Segundo a Agência Brasil, no dia 23 de julho, o TCU determinou que  ex-executivos da estatal devolvam aos cofres públicos US$ 792,3 milhões pelos prejuízos causados com a compra da Refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos, entre eles Gabrielli. No caso de Graça Foster, mesmo não tendo sido incluída na decisão, a defesa da presidenta antecipou-se ao julgamento do TCU para evitar o bloqueio.

Na decisão, Gilmar Mendes informa que a decisão liminar que determinou o bloqueio dos bens foi acertada, em função das supostas irregularidades que foram encontradas na compra da refinaria. 

Informações: Metrópole

13 de agosto de 2014

PSB tem até dez dias para pedir o registro de novo candidato, diz TSE


Escolha deve ser feita pela direção dos partidos que compõem a coligação.Não é preciso fazer nova convenção, informa o Tribunal Superior Eleitoral.
Marina pode substituir Eduardo Campos na chapa
O Tribunal Superior Eleitoral esclareceu os passos que devem ser seguidos pela coligação que reúne os partidos PSB, PPS, PHS, PRP, PSL e PPL para substituir Eduardo Campos na chapa. O PSB tem até dez dias para pedir o registro do novo candidato. A escolha deve ser feita por decisão da maioria absoluta da direção dos partidos que compõem a coligação. E não é preciso fazer uma nova convenção.

“Esse é um momento de consternação. Nós aguardaremos a posição da coligação. Basta uma reunião entre os órgãos de direção dos partidos que poderão deliberar pela escolha ou não de um candidato ou candidata”, explicou Henrique Neves, ministro do TSE.

A lei eleitoral permite que qualquer filiado a um dos seis partidos da coligação seja escolhido candidato a presidente do país. Se a candidata a vice, Marina Silva, que é filiada ao PSB desde o ano passado, for escolhida para substituir Eduardo Campos, ela terá primeiro que cancelar o registro de vice. Depois, a coligação deverá registrar uma nova chapa, incluindo também outro candidato a vice.

Na terça-feira que vem, dia 19, começa o horário eleitoral obrigatório no rádio e na televisão. Por sorteio, Eduardo Campos seria o primeiro a aparecer. Mesmo que o novo candidato à Presidência seja oficializado até lá, não há qualquer restrição para que a coligação exiba imagens ou depoimentos de Campos.

O presidente do TSE, Dias Toffoli, lamentou a morte do ex-governador de Pernambuco. “Hoje é um dia muito triste, uma tragédia que aconteceu, envolvendo um dos candidatos à Presidência da República e outras pessoas. É um momento de pesar”, afirmou.

 

Lula, Fernando Henrique e Sarney lamentam morte de Eduardo Campos

Eduardo Campos foi vítima de um acidente aéreo na manhã desta quarta-feira (13) em Santos, no litoral paulista.

Agência Brasil 

Os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva, Fernando Henrique Cardoso e José Sarney lamentaram a morte do candidato do PSB à Presidência da República, Eduardo Campos, em acidente aéreo na manhã desta quarta-feira (13) em Santos, no litoral paulista. Mais seis pessoas morreram no desastre.

“O país perde um homem público de rara e extraordinária qualidade. Tive a alegria de contar com sua inteligência e dedicação nos anos em que foi nosso ministro da Ciência e Tecnologia. Ao longo de toda sua vida, Eduardo lutou para tornar o Brasil um país mais justo e digno”, disse o ex-presidente Lula.

Em nota divulgada pelo Instituto Lula, o ex-presidente presta solidariedade às famílias da equipe de Campos e dos tripulantes que também morreram no acidente. “Neste momento de dor, eu e Marisa nos solidarizamos com sua mãe, Ana Arraes, sua esposa, Renata, seus filhos e toda a sua família, amigos e companheiros. Também prestamos solidariedade às famílias dos integrantes da sua equipe e dos tripulantes que falecerem nesse terrível acidente.”

Em sua conta no Facebook, Fernando Henrique Cardoso lamentou a morte de Eduardo Campos e solidarizou-se com os parentes dele e das demais vítimas do acidente. “Não há palavras que amenizem as perdas. Ainda assim, expresso minhas condolências, meus sentimentos de tristeza e de pesar."

Na mensagem, o ex-presidente ressalta que sempre manifestou respeito pelo ex-governador de Pernambuco e que quem sofre a maior perda é o país. "No momento em que precisamos de líderes jovens e competentes, perdemos um dos melhores. Sua carreira nacional apenas se iniciava. Fosse ou não eleito, seria um líder para a renovação política de que tanto necessitamos. É uma perda irreparável”, afirmou Fernando Henrique.

Em nota, o ex-presidente José Sarney disse que o país perdeu "uma de suas maiores esperanças políticas".

“A morte é um fenômeno transcendental. Supera todos os sentimentos. Deus é testemunha da minha emoção, do meu pesar e do quanto estou chocado com o falecimento de Eduardo Campos, a quem conheci ainda jovem, despontando como um grande talento. O Brasil perdeu uma de suas maiores esperanças políticas. Eduardo tinha um grande futuro e vivia um grande presente. Junto-me a sua família e ao povo brasileiro nesse sentimento de perda, e peço a Deus que nos console e nos ampare. O Brasil, o Nordeste e Pernambuco sentem o vazio que se abre – e que não será preenchido. É hora de invocar o símbolo que os romanos usavam: a coluna partida, quebrada, não completa sua beleza".

Eduardo Campos, que morreu aos 49 anos, governou Pernambuco de 2006 a 2014, foi ministro da Ciência e Tecnologia no primeiro mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e deputado federal por Pernambuco, onde exerceu também mandato de deputado estadual.


Filhos de Eduardo Campos fazem homenagens de dia dos pais. Assista!