21 de outubro de 2014

Restaurante Universitário da UFBA reabre para bolsistas

O restaurante universitário da Universidade Federal da Bahia (UFBA) retomou o atendimento aos alunos bolsistas da instituição de ensino. De acordo com nota publicada no site da Universidade, a Vigilância Sanitária Municipal (Visa) desinterditou o espaço exclusivamente para distribuição de refeições.
O restaurante foi interditado pelo órgão de vigilância no dia 10 deste mês, após receber denúncias de que mais de 80 alunos passaram mal após comer no local. Entre as irregularidades, foram constatados problemas estruturais, inexistênica de boas práticas no serviço e acondicionamento irregular dos alimentos.
As refeições serão produzidas e distribuídas pela empresa Chalé Refeições Ltda durante o período de obras no restaurante universitário, segundo determinação da Visa. A empresa pediu prazo de dez dias à Universidade para ampliar a operação e começar a atender também os alunos não-bolsistas usuários do serviço, ainda de acordo com a UFBA.
Matéria Relacionada

OAB-DF decide conceder registro de advogado a Joaquim Barbosa

A Comissão de Seleção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) no Distrito Federal decidiu nesta segunda-feira (20) conceder registro de advogado ao ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa. O presidente da OAB-DF, Ibaneis Rocha, havia contestado a solicitação feita para reativar o registro alegando que Barbosa feriu o Estatuto da Advocacia quando foi presidente do STF.
Durante sua gestão como presidente do Supremo e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o ministro se envolveu em diversas polêmicas com advogados. Uma delas, usada como argumento do presidente da OAB-DF, foi quando classificou como "arranjo entre amigos" a proposta de trabalho oferecida pelo advogado José Gerardo Grossi ao ex-ministro da Casa Civil José Dirceu.
Em outro episódio, no qual Barbosa também foi criticado, o ministro expulsou do plenário do Supremo o advogado do petista José Genoino, Luiz Fernando Pacheco. Barbosa também criticou advogados que atuam como juízes eleitorais e afirmou que participam de "conluio" com magistrados.
Ele afirmou ainda que era "lamentável" a postura de Barbosa e que ele "flertou com a ilegalidade". Mas, para o relator, os fatos não se enquadram no conceito de inidoneidade. Assim, o pedido de reinscrição foi acolhido.Ao conceder o registro a Barbosa, a Comissão de Seleção da OAB-DF avaliou que a postura de Barbosa em relação aos advogados foi "lamentável", mas entendeu que Barbosa preencheu os requisitos para ter a reativação do registro da OAB. Na decisão, o conselheiro Maximiliam Patriota Carneiro, relator do processo de registro,  disse que os fatos relatados na impugnação "retratam absoluta falta de verniz, de postura lhana, do impugnado, quando se reportava à classe dos advogados".

Procurado pelo G1, Ibaneis Rocha afirmou que foi informado da decisão, mas ainda não leu todo o teor. Ele afirmou que ainda vai avaliar se recorre da concessão do registro.
"A situação principal, na minha opinião, é ele demonstrar que tem interesse e apreço pela profissão", disse, destacando que vai avaliar os argumentos contidos na petição do ministro aposentado no processo de solicitação do registro.
Qualquer advogado pode recorrer à própria OAB-DF e, posteriormente, ao Conselho Federal da OAB. Em nota enviada ao G1 na semana passada, o presidente da OAB nacional, Marcus Vinicius, indicou que a entidade derrubaria eventual decisão contrária a Barbosa.
“Aguardamos que a própria seccional possa resolver o tema, mas caso isso não ocorra, o Conselho Federal da OAB está à disposição para apreciar o recurso, respeitando os direitos do cidadão e fazendo imperar o ‘rule of law’ - Estado de Direito, compromisso maior e histórico da OAB. Segundo a Constituição da Republica, o exercício profissional é livre no Brasil, bastando o cumprimento das condições previstas em lei”, disse.

Jogador morre após se machucar em comemoração de gol; veja o vídeo

Peter Biaksangzuala deu algumas piruetas após balançar as redes e caiu de mal jeito. Cinco dias depois, acabou falecendo

O futebol indiano está de luto após uma tragédia ocorrida na semana passada, em partida do Bethlehem FC contra o Chanmari West, pela terceira divisão do campeonato nacional. O jogador Peter Biaksangzuala comemorou um dos gols do duelo com piruetas, caiu de mau jeito, sofreu lesões na medula espinhal e não resistiu.
Peter Biaksangzuala deu algumas piruetas 
(Foto: Reprodução/The News Nigeria)

 Biaksangzuala foi levado ao hospital mais próximo logo após a queda e ficou internado por cinco dias, em tratamento intensivo, mas faleceu nesse domingo (19). O jogo estava 1x0 para o Chanmari quando Biaksangzuala empatou para o Bethlehem, já no segundo tempo.
A partida seguiu depois que o jogador foi levado ao hospital e terminou com o placar de 3x2 em favor do Chanmari. O Bethlehem prometeu aposentar a camisa de número 21, usada pelo jogador. Atualmente, o futebol indiano conta também com a India Super League, liga diferente da Mizoran Premier League, onde a tragédia aconteceu.
A India Super League tem astros e jogadores renomados, como Zico, Pires, Materazzi, Trezeguet e Elano.

Assista abaixo ao vídeo do momento do acidente

18 de outubro de 2014

Rompendo o Silêncio: Escola municipal de Madre de Deus discute políticas educacionais para alunos surdos

Alunos surdos do município participaram ativamente do evento
Profa. Tatiana Almeida interagindo com o palestrante Anselmo de Jesus
Prof. Sandrelanio Pereira e os nossos alunos surdos Jonathas e Francine
Sexta-feira, 17, A Escola municipal Deijair Maria Pinheiro realizou a I MESA REDONDA: AQUISIÇÃO DA LINGUAGEM, EDUCAÇÃO DE SURDOS E COTIDIANO. O evento reforça o calendário de setembro, onde se comemorou dia 26 o Dia Nacional do Surdo.

Para o professor Sandrelanio Pereira, especialista no tema, espaços estão sendo construídos, mas ainda há muito que se conquistar por parte dos alunos surdos. Muitos municípios não contam nem com professor em sala de aula para este seguimento e uma série de políticas públicas ainda precisa se tornar realidade.  

O evento contou com a participação da ampla comunidade escolar.  Alunos surdos e ouvintes, funcionários e coordenadores, direção e professores em suas diversas áreas fizeram presentes. Os professores de Libras da escola Tatiana Almeida, Julieze Souza e Sandrelanio Pereira foram os responsáveis pela organização do evento. A discussão de alto nível agradou a comunidade escolar e segundo o Diretor, Paulo Castro, o evento será integrado ao calendário pedagógico da escola com uma valorização que merece.

O objetivo do evento foi uma conversa técnica sobre a Educação de Surdos, suas principais vinculações teóricas e metodológicas, refletindo as práticas pedagógicas a partir do cotidiano. A mesa redonda foi pensada com a participação dos sujeitos surdos como iniciador desse debate, tendo inclusive um referencial adulto surdo, que foi a presença de Anselmo de Jesus, surdo de Madre de Deus e que atualmente reside em Salvador e é pedagogo. Alunos surdos, que estudam no município relataram seu compromisso com a Educação e a busca pela Autonomia.

Além da excelente palestra do pedagogo surdo Anselmo de Jesus, o prof. Sandrelanio Pereira e a profa especialista Tatiana Almeida conduziram o bate papo sobre a história da educação dos surdos no Mundo e no Brasil para pensarmos a política institucional-legal em Madre de Deus e processos de aquisição da linguagem para surdos.

Após libertação, escravos não tiveram acesso a empregos, terra, educação, cidadania. Resultados dessa exclusão estão refletidos até hoje nos indicadores sociais

ROLDÃO ARRUDA
Os programas sociais do governo não são voltados especificamente para a população de negros e pardos do País. A cada vez que se analisa os resultados desses programas, porém, o que se verifica é que beneficiam sobretudo essa parcela dos brasileiros.
Das 14 milhões de famílias beneficiárias do Bolsa Família, 73% são de negros e pardos. E 68% delas são chefiadas por mulheres negras, segundo dados do Ministério do Desenvolvimento Social.
Do conjunto de 22 milhões de pessoas, que, com os programas sociais, conseguiram sair da faixa da extrema pobreza, 78% são negras e pardas.
Para onde quer que se apontem os indicadores, os resultados coincidem. De um total de 214 mil famílias de quilombolas que existem no País, segundo estimativas oficiais, 108 mil fazem parte do Cadastro Único – que reúne informações sobre as famílias mais carentes. Desse total listado, 80% delas recebem recursos do Bolsa Família.
Como explicar isso? Não é pela quantidade de negros e pardos no conjunto da população. Eles totalizam 50,7% dos brasileiros, segundo o IBGE.
A explicação está em outro lugar. Começa com a abolição da escravatura, em 1888, após quase 4 milhões de negros terem sido traficados da África para terras brasileiras.
O Brasil foi um dos últimos países do Ocidente a libertar os escravos. Além de tardia, a libertação não foi seguida de nenhuma ação que pudesse beneficiar os negros, que até então não dispunham de nenhum tipo direito. Não eram considerados cidadãos.
Eles foram jogados para fora das grandes propriedades rurais sem qualquer tipo de apoio. Não se pensou, por exemplo, num programa especial de escolarização. Imagine-se o efeito disso num País onde analfabetos só foram conquistar o voto depois de cem anos, com a Constituinte de 1988.
Os negros não receberam terras. Nem empregos. Os grandes proprietários rurais preferiram importar mão-de-obra da Europa, especialmente da Itália.
As consequências disso são visíveis até hoje em todos os indicadores sociais. Seja na saúde, na educação, nos empregos, no nível dos salários, negros e pardos ocupam sempre as piores posições.
Não é por acaso, que, ao se estender como uma rede sobre os locais onde se concentra a população mais pobre do País, os programas acabem pescando principalmente negros e pardos.
———————————————————–
Outros dados do MDS sobre essa questão, em outros programas:
* Do total de 1 milhão de cisternas entregues pelo Programa Água Para Todos, 80% têm responsáveis negros
* Negros e pardos somam 80% das famílias do Cadastro Único atendidas pelo Luz Para Todos
* 68% das matrículas contabilizadas nos cursos técnicos (Pronatec) oferecidos para beneficiários do Bolsa Família
* 70% das 724 mil famílias de baixa renda beneficiadas com unidades habitacionais do Minha Casa Minha Vida
Charge ilustrativa: Internet

17 de outubro de 2014

Professora morta a pedradas é enterrada em Itabela

O corpo da professora Arlinda Santos Ferreira, 37 anos, mais conhecida como Linda, foi enterrado na tarde desta quinta-feira, 16, no cemitério municipal de Itabela (a 679 km de Salvador). Amigos e parentes estavam inconformados com a brutalidade do assassinato ocorrido na madrugada na cidade do sul do estado.
O crime, que ocorreu na rua da Torre, bairro Ubirajara Brito, pode ter motivação passional, segundo o delegado de Itabela, Hermano Costa. Ele disse, ainda, que a autoria está "praticamente confirmada", e que o suspeito do homicídio, Adonias Souza Moura Neto, conhecido por Neto, está foragido.

"Nós localizamos Dioneide Soares dos Santos, 32 anos, conhecida como Índia, que mantinha relação afetiva com a professora. No celular dela encontramos diversas mensagens com ameaças, vindas do celular de Adonias, ex-companheiro de Índia", afirmou o titular da unidade policial do município.

Programa da Globo mergulha nas paisagens da Chapada Diamantina nesta sexta

morro
O Globo Repórter desta sexta-feira (17) mostra montanhas intocadas, chega ao topo do Morro do Castelo e viaja pelos subterrâneos até uma preciosidade natural | FOTO: Reprodução/Globo |
O programa Globo Repórter, da Rede Globo de Televisão, na noite desta sexta-feira (17), mergulha nas misteriosas paisagens da Chapada Diamantina e anda pelo Vale do Pati: uma das mais bonitas trilhas do Brasil. De acordo com o site da emissora, “os repórteres escalam as montanhas intocadas, atravessam um gigantesco cânion e descobrem a beleza de uma cascata sem igual”. A equipe também esteve no Cachoeirão, onde encontrou mais de 12 quedas de água cristalina despencando a quase 300 metros do solo. Nesse episódio, os produtores tiveram de encarar o desafio de escalar o caminho quase vertical, à beira de um abismo. Nas imagens, a emocionante chegada ao topo do Morro do Castelo, com quase 1,5 mil metros de altura.
O programa mostra ainda a cidade construída em cima de um gigantesco buraco e a emocionante viagem pelos subterrâneos da Chapada. A visita da emissora Globo mexeu com o cotidiano dos moradores dos vilarejos por onde passava a equipe, que chegou a ir para o salão dos cristais – uma preciosidade natural, construída com gotas de água de chuva e calcário. Neste vídeo, é revelada a mais antiga rocha da Terra, com mais de 900 milhões de anos. O lago azul no fundo da caverna é outro destaque das gravações, além das questões da cidade dos diamantes, e onde foi parar a riqueza extraída das Pedras de Igatu. 

15 de outubro de 2014

DIA DO PROFESSOR: O que temos para comemorar?


Salário dos professores brasileiros está entre os piores do mundo

 salario-professores-comparacao-brasil-outros-paises

Dados da OCDE (Organização para a Cooperação Desenvolvimento Econômico) mostram que os salários dos professores brasileiros são extremamente baixos quando comparados a países desenvolvidos. Divulgados nesta terça-feira (9), os valores fazem parte do estudo Education at a Glance 2014,  que mapeia dados sobre a educação nos 34 países membros da organização e 10 parceiros, incluindo o Brasil.

De acordo com o estudo, um professor em início de carreira que dá aula para o ensino fundamental em instituições públicas recebe, em média, 10.375 dólares por ano no Brasil. Em Luxemburgo, o país com o maior salário para docentes, ele recebe 66.085 dólares. Entre os países membros da OCDE, a média salarial do professor é de 29.411 dólares. Quase três vezes mais que o salário brasileiro.

Até mesmo em países da América Latina como Chile e México, os professores recebem um salário consideravelmente maior que o brasileiro, 17.770 e 15.556 dólares respectivamente. Entre os países mapeados pela pesquisa, o Brasil só fica à frente da Indonésia, onde os professores recebem cerca de 1.560 dólares por ano. Os valores são de 2012, com dólares ajustados pela paridade do poder de compra (PPC).

 

11 de outubro de 2014

Vigilância interdita restaurante universitário da Ufba

Cerca de 87 estudantes passaram mal após refeição no local
 A Vigilância Sanitária interditou nesta sexta-feira, 10, o Restaurante Universitário da Ufba, em Ondina. De acordo com o órgão a interdição aconteceu devido a problemas estruturais, inoperância das câmeras de refrigeração, inexistência de boas práticas no serviço e acondicionamento irregular dos alimentos.

Em nota, a vigilância informou que o local foi vistoriado após denúncias de que cerca de 87 estudantes passaram mal, sentido dores abdominais, vômito e diarreia, depois de terem feito refeição no local, na quinta, 9.

Ainda segundo o órgão, amostras foram recolhidas e encaminhadas para o laboratório da Faculdade de Farmácia da Ufba, onde passarão por análise. Enquanto isso, o restaurante fica interditado.
De acordo com Karina Queiroz, coordenadora da Vigilância Sanitária, o restaurante ficará interditado até que sejam corrigidas as irregularidades que comprometem as boas práticas de manipulação dos alimentos e, consequentemente, colocam em risco à saúde da população.

O restaurante já chegou a ser interditado por irregularidades no funcionamento em janeiro do ano passado, quando cerca de 80 alunos passaram mal após comer no local.

 

Mulher mata companheiro após descobrir estupro de filha

A faca não foi achada. A família da suspeita disse que ela vai se apresentar com advogado
 Uma garçonete de 30 anos, que não teve o nome revelado, matou o companheiro a facadas depois de uma discussão, ao saber que ele havia estuprado a filha dela de 15 anos. O crime ocorreu na noite de quinta-feira, 9, na residência do casal, em Madre de Deus (Grande Salvador).

O vendedor ambulante Carlos Antônio Silva Pita, 22, foi levado ao hospital da cidade, mas não resistiu aos golpes que o atingiram nas costas, abdômen e ombro.

Segundo a titular da 17ª Delegacia Territorial (Madre de Deus), Simone Moutinho, só a adolescente estava na casa, além do casal, e foi a única ouvida. A jovem contou que a mãe esperou o companheiro chegar e a mandou ficar dentro do quarto.

"A garçonete abraçou Carlos, disse que o amava e pediu para ele falar a verdade. Carlos negou o estupro e disse que a menina estava seduzindo ele", relata a delegada. "Os dois foram para o quarto e a adolescente disse que ouviu um grito da mãe, tentou invadir, mas a mulher mandou ela voltar. Depois, a jovem disse que Carlos já saiu sangrando", contou a delegada.

A delegada disse que existe a hipótese de legítima defesa. A perícia detectou sinais de luta corporal. "A cama estava desalinhada e os objetos fora do lugar", relatou perito Junqueira. Lençóis e roupas da menina serão periciados para apurar o estupro.

A garota contou que Carlos ameaçou a ela e a mãe de morte, caso revelasse ter sido estuprada. "Ele mostrava uma arma que ele tem", afirma a delegada. A jovem contou que foi violentada, pela primeira vez, no último dia 27 e, depois, no dia três passado.

Informações: A Tarde

10 de outubro de 2014

Filho de Jorge Solla passa em concurso por cotas de afrodescendentes e é questionado

Filho de Jorge Solla passa em concurso por cotas de afrodescendentes e é questionado
Foto: Reprodução/ Aratu Online

Vire e mexe, a velha máxima do ex-governador da Bahia Octávio Mangabeira: "Pense num absurdo, na Bahia tem precedente", volta à tona. Desta vez, o caso absurdo envolve o ex-secretário de Saúde do estado e deputado federal eleito Jorge Solla (PT). Acontece que o filho dele Davi Jorge Fountoura Solla passou num concurso do governo do estado, por meio de cotas para afrodescendente. Trata-se da contratação temporária para atuar como médico no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). 

Recentemente, um médico que participou do mesmo processo seletivo que Davi Solla, fez o seguinte questionamento, em contato com a Rádio Metrópole: "Desde quando o filho de Jorge Solla é negro, hein? A mãe não é negra, o pai não é negro... Além do mais, um menino que estudou nos melhores colégios, faculdades, teve tudo e tentou se garantir pelas cotas achando que tinha mais chance?", disse o ouvinte, que não quis se identificar. 

Não é a primeira polêmica em que o filho de Solla se envolve. Em 2001, Davi foi acusado de atropelar um atleta que se exercitava no bairro da Barra, orla da capital baiana. Na ocasião, o então estudante de medicina teve a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) apreendida. Ele se recusou a fazer exame de sangue ou do bafômetro para verificar se tinha ingerido álcool antes de dirigir, valendo-se do direito previsto em lei de não produzir provas contra si.


Informações: Metrópole


Homem mata mulher e depois se suicida no município de Ipirá

fotoA população do município de Ipirá está chocada com mais um feminicídio. Desta vez um homem matou a mulher e depois cometeu suicidou. O crime aconteceu na manhã desta sexta-feira (10), na 2ª Travessa Paulo Souto, no Bairro Casas Populares.
De acordo com a Polícia Militar (PM), Eliana Soares Santos de 25 anos foi morta a tiros pelo ex-marido Adilson Santos Carvalho, que logo em seguida atirou contra a própria cabeça. A mulher foi atingida e foi socorrida por populares, mas não resistiu. O homem foi socorrido pela PM, mas morreu no Hospital Municipal de Ipirá.
Na casa onde aconteceu o fato, foi apreendido um revólver calibre 38. Vizinhos do casal informaram que Adilson Santos pulou o muro da casa da ex-esposa e foram escutados dois tiros no local. Os corpos estão no Hospital Municipal de Ipirá. 
As informações são da Sucursal da Tribuna da Bahia na Chapada Diamantina/Via Jornal da Chapada

EDUCAÇÃO: Concorrência em cursos de licenciatura é cada vez menor na Ufba e na Uneb; situação preocupa

A queda no interesse pela carreira de professor da educação básica se acentua. Sem valorização, a concorrência pelos cursos de Licenciatura na Ufba e Uneb reduz desde 2010. Escolas têm dificuldade de achar professores em algumas disciplinas

Caroline deixou a licenciatura em Pedagogia.
Cursa Produção Cultural
(Foto: Evandro Veiga
“Quem quer fazer Medicina?”, pergunta o professor de pré-vestibular numa sala de cursinho lotada. Metade dos alunos levanta a mão. “E  Direito?”. Outra multidão responde positivamente. Engenharias, a mesma coisa... Mas, e licenciatura? Silêncio quase mortal no recinto. 

“Ave Maria, em nossas turmas, que são grandes, temos dois ou três que querem fazer licenciatura. É muito pouco”, conta a coordenadora pedagógica do pré-vestibular Análise, no Iguatemi, Tânia Maria. “A procura nos cursinhos é mais pelos cursos com grande concorrência, pela dificuldade de aprovação. O pessoal quer mesmo Medicina, Direito, Engenharias”, salienta. 

As concorrências entregam o problema: quase ninguém quer ser professor. Falta de valorização,  infraestrutura de trabalho deficiente e até a violência nas escolas são alguns dos motivos da ‘evasão’.  E o futuro não é muito animador.  Basta comparar o número de inscritos  nos cursos de licenciatura do estado para perceber que a procura só cai (ver quadros na  página ao lado). 

Formação

Cada vez menos jovens querem ensinar Português, por exemplo. Em 2010, 294 tentaram uma vaga no curso de Letras Vernáculas no campus de Salvador da Universidade do Estado da Bahia (Uneb) – era como se 9,8 candidatos disputasse cada uma das 30 vagas disponíveis. Mas, cinco anos mais tarde, em 2014, os interessados já eram menos do que a metade: 146, para 27 vagas (o que dá uma concorrência de 5,41 candidatos por vaga). 

Para a coordenadora do Colegiado de Letras da Uneb, Maria da Conceição Reis, o futuro que se desenha é de  “escassez de professores, mas principalmente de professores qualificados”. Ainda segundo ela, “o  perfil do aluno que ingressa tem decrescido do ponto de vista da formação”.  

Na Universidade Federal da Bahia (Ufba), onde cerca de 20 licenciaturas são ofertadas todos os semestres, a tendência é a mesma. Em 2010, o curso de Letras Vernáculas teve 122 inscritos no vestibular para disputar 45 vagas (2,71 candidatos por posto). 

Em 2013, já eram 55 inscritos para 36 vagas – o total disponível foi reduzido porque 20% das vagas de todos os cursos da instituição são reservados aos Bacharelados Interdisciplinares. Já em 2014, o número de inscritos saltou para 375, graças à entrada da Ufba no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), em que concorrem estudantes de todo o país com a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).  

No entanto, o aumento da demanda não quer dizer que a situação tenha melhorado: no final de setembro, a Ufba divulgou a sétima chamada dos aprovados para matrícula no semestre 2014.2, incluindo dois nomes para o curso de Letras Vernáculas, além de aprovados para Língua Estrangeira Moderna, Língua Estrangeira Moderna ou Clássica e Letras com Inglês ou Espanhol.

Outros cursos, como Engenharia Civil e Direito (diurno), não entraram no edital porque todas as vagas já haviam sido preenchidas. O número de inscritos já mostra a disparidade: Engenharia Civil teve 5.308 candidatos, enquanto Direito teve 5.910. 

Fenômeno

Mas a diminuição do interesse pela carreira de professor da educação básica é um fenômeno nacional. Pela prévia do Censo do Ensino Superior de 2013, divulgada no mês passado pelo Ministério da Educação (MEC), o número de matriculados nos cursos de licenciatura em todo o país tem caído nos últimos quatro anos. 

Em 2010, eram 90 mil inscritos nos cursos de Letras Vernáculas. Três anos mais tarde, em 2013, eram 78 mil  estudantes nos cursos. 

“A escassez de professores é uma tendência que reflete na Bahia. Por outro lado, há estudos que indicam que, mesmo com a redução dos candidatos, temos muitos estudantes nas licenciaturas, porque as vagas são preenchidas”, aponta o professor Penilton Silva Filho, pró-reitor de graduação da Ufba.   Para ele, se todos os aprovados se formassem não haveria falta de professor. “Mas a evasão é grande”, diz.

Desilusão

Uma das desistentes foi a estudante Caroline Araújo, 25 anos. Em 2008, ela começou a estudar Pedagogia na Ufba. No entanto, já no segundo semestre, depois de começar a estagiar em uma escola estadual, se desapontou. “Eu vi a realidade. Não há condições para o profissional trabalhar, seja pela falta de recursos materiais, seja pela falta de suporte adequado nas escolas. Se fosse continuar com Pedagogia, não ia querer trabalhar com licenciatura”, conta ela, que desistiu no quarto semestre. Hoje, Caroline estuda Produção Cultural, também na Ufba. 

Caroline não foi a única que perdeu o interesse pela Pedagogia. Na Uneb, um dos cursos de Salvador chegou a perder mais de 80% dos candidatos: de 482 inscritos, em 2010, caiu para 70, em 2014. Na Ufba, a concorrência passou de 3,89 (350 para 90 vagas) para 1,69 (122 para 72 vagas) em 2013. 

O estudante Jackson Moreira, 30, também desistiu da licenciatura em Física na Ufba, que começou em 2007. Hoje ele cursa Engenharia Civil na Uneb. “Era o custo-benefício. Física é difícil de concluir. Depois, você se forma e vai trabalhar como professor, que não tem retorno. Quis Engenharia porque queria o salário de engenheiro”, explica. Apesar da desistência de Jackson, os inscritos para Física na Ufba são constantes: eram 90 em 2010 e 89 em 2013. 

“Precisamos valorizar os professores, para atrair os jovens, mas também precisamos rever o formato das licenciaturas”, afirma o pró-reitor da Ufba Penilton Silva Filho. Por isso, a partir deste mês, a universidade pretende instalar um fórum de discussão das licenciaturas. 

Ainda assim, há outros fatores que podem contribuir para o menor interesse em licenciaturas, segundo o coordenador de Desenvolvimento da Secretaria Estadual da Educação (SEC), Nildon Pitombo. “Temos muitos estudantes migrando para o ensino a distância, porque a universidade aberta tem crescido no Brasil”, ponderou Pitombo.


7 de outubro de 2014

Programa Balanço Geral, TV Record, repercute o assassinato da jovem

Jovem nega ter matado adolescente que teria recusado sexo na Bahia

Garoto de 15 anos se apresentou à polícia na tarde desta segunda (6). Em depoimento, ele afirmou que disparo que causou morte foi acidental.




O jovem de 15 anos suspeito de matar uma adolescente de 13 anos na zona rural do município de Serra Preta, a 180 quilômetros de Salvador, se apresentou à polícia na tarde desta segunda-feira (6) e negou que tenha disparado contra a jovem por ela ter negado sexo.

De acordo com o titular da 1ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin/ Feira de Santana), Ricardo Brito, o jovem confirmou que foi responsável pelo disparo que atingiu o pescoço da adolescente, mas ressaltou que o tiro foi acidental. Ainda segundo o delegado, o adolescente não soube explicar porque estava com a arma. O garoto também afirmou que namorava a vítima.

Segundo a polícia, o jovem foi ouvido e liberado, já que é menor de 18 anos, sendo que o processo será encaminhado para a Justiça.



Informações: G1

6 de outubro de 2014

Dilma perde em apenas uma cidade baiana; confira um resumo da votação

A atual Presidente da República, Dilma Roussef, obteve maior votação que os outros candidatos em 416 municípios baianos perdendo apenas em Buerarema. A cidade do sul baiano, distante 450 quilômetros de Salvador, possui 10.723 eleitores que deram 66,63% dos votos para Aécio Neves (PSDB) contra 25,74% para Dilma Rousseff e 5,62% para Marina Silva.

Dados sobre a eleição para presidente na Bahia:

Eleitores – 10.179.390
Votos brancos – 252.749
Votos nulos – 580.188

Desempenho dos principais candidatos no Estado:

Dilma Rousseff – 61,44%
Marina Silva - 18,38%
Aécio Neves – 18,27%
Luciana Genro – 0,80%

Desempenho dos candidatos nos maiores Colégios Eleitorais do Estado
Dos cinco maiores Colégios Eleitores da Bahia, Marina ficou em segundo lugar em quatro e Aécio em apenas um. Confira:

Salvador (1.922.192 eleitores)
Dilma – 49,33%
Marina – 25,49%
Aécio – 21,22%

Feira de Santana (387.595 eleitores)
Dilma – 51,51%
Marina – 29,28%
Aécio – 16,71%

Vitória da Conquista (224.429 eleitores)
Dilma – 42,73%
Marina – 27,70%
Aécio – 27,60%

Camaçari (151.897 eleitores)
Dilma – 45,35%
Marina – 35,07%
Aécio – 17,29%

Itabuna (148.827 eleitores)
Dilma – 44,09%
Aécio – 34,75%
Marina – 18,88%

Melhor desempenho
A cidade em que Dilma teve um dos melhores desempenhos em termos percentuais foi Monte Santo, cidade localizada no Nordeste baiano. O município possui 42.063 eleitores que deram 86,46% dos votos para Dilma Rousseff contra 6,82% para Aécio Neves e 5,87% para Marina Silva.

Candidatos sem votos
Alguns dos candidatos à presidência do Brasil não chegaram a ser votados em dezenas de municípios baianos. Confira algumas da cidades em que seis candidatos não receberam votos:

Rui Costa Pimenta (PCO) – Cruz das Almas, Dias D´ávila, São Miguel das Matas, Itacaré, Itaparica, Itapetinga, Lençóis e Madre de Deus
Eduardo Jorge (PV) – Pau Brasil
Levy Fidélix (PRTB) – Rodelas e Varzedo
Mauro Iasi (PCB) – Tabocas do Brajo Velho, Urandi e Ibiquera
Zé Maria (PSTU) – Wagner e Munquém de São Francisco
Eymael (PSDC) – Floresta Azul, Firmino Alves, Itanagra, Ouriçangas, Itapitanga e Rio do Pires

Informações: TV Aratu Online

MAIS PROTESTOS: Moradores do Bravo fecham a BA-052 novamente

Moradores continuam revoltados com o assassinato de Paloma Barreto

Jovens ocupam a BA-052 e exigem justiça

Cobrando justiça, pelo assassinato da adolescente Paloma Barreto,13 anos, moradores do distrito de Bravo, município de Serra Preta, vivem mais um dia de protesto. Centenas de jovens protestaram, fechando a BA-052 durante toda a manhã. Até agora (14h) a manifestação continua com muita intensidade.

Com palavra de ordem e pneus incendiados, parentes, conhecidos e moradores solidários prometem continuar protestando até que o Estado promova a justiça. Diversos policias presentes acompanham o ato. Através de negociação, os manifestantes permitiram a passagem de ambulância e carros com doentes.

Boa parte da imprensa baiana se fez presente ao local. A brutalidade como a adolescente  foi assassinada chamou a atenção dos grandes veículos de comunicação. A matéria sobre o velório foi uma das mais lidas no G1, portal da Globo nacional. Certamente, os protestos que acontecem nesta segunda-feira, 06, ocuparão parte dos noticiários policiais de toda a Bahia.

Um gigante engarrafamento se espalha pelas duas mãos da BA-052. Cansada, a família da vítima tentou encerrar a manifestação, por volta de 12h, e continuar o protesto em Bravo, mas a multidão decidiu prolongar, colocando mais pneus e galhos de mato no fogaréu que fecha a pista.


Otto Alencar é eleito senador pela Bahia

Com 99% das urnas apuradas na Bahia (até as 23h16), Otto Alencar (PSD) foi eleito senador pela Bahia. Otto obteve mais de 3 milhões de votos, representando 55,89% do total. Geddel Vieira Lima (PMDB) ficou com 34,51%, Eliana Calmon (PSB) com 8,43%, Hamilton Assis (PSOL) com 0,91% e Marcelo Evangelista com 0,26%.

Mais cedo, Otto Alencar foi até o Palácio de Ondina, residência oficial do governador da Bahia, para uma coletiva de imprensa ao lado do atual governador Jaques Wagner e do novo governador Rui Costa, que assume no dia 1º de janeiro de 2015.

Informação: A Tarde

Geddel convoca eleitores para votar em Aécio Neves

Após perder a eleição para senador para Otto Alencar, Geddel Vieira Lima envirou um comunicado à imprensa na noite deste domingo, 5.  Ele aproveitou para pedir que eleitores votem em Aécio Neves no 2º turno.  "Conclamo a todos que confiaram em mim, e no meu nome depositaram suas esperanças, para que, unidos, marchemos para eleger Aécio Neves presidente do Brasil", diz em nota.
Geddel também diz respeitar a decisão do povo. "Democrata empedernido, cabe-me manifestar inconteste respeito à vontade soberana do povo", afirmou.

"Não sei o que deu errado", diz Paulo Souto

O candidato derrotado Paulo Souto (DEM) reconheceu na noite deste domingo, 5, que se surpreendeu com a vitória de Rui Costa no primeiro turno da eleição na Bahia. "Claro que foi uma surpresa. Não sou capaz de dizer o que houve", afirmou.
Mesmo abatido com seu desempenho nas urnas, Souto destacou o resultado nas eleições legislativas para deputados estaduais e federais. "O Democrata continua a ser uma força política e está preparado para futuras batalhas", disse.

Jaques Wagner diz que vai trabalhar para eleger Dilma

Depois de eleger Rui Costa ao Governo da Bahia, Jaques Wagner disse que agora é o momento de trabalhar para eleger Dilma Rousseff (PT) no segundo turno das eleições presidenciais. "Agora eu vou ajudar na campanha de Dilma", disse o atual governador, que viaja nesta terça-feira, 7, para Brasília.
Sobre um possível interesse em algum novo cargo, Wagner deixa claro que aceitaria uma indicação da presidente, caso seja reeleita. "Se ela sair vitoriosa e me convidar, terei o prazer de participar do seu governo. Seguramente, não ficarei desempregado", disse.
A presidente Dilma Rousseff (PT), que tenta a reeleição, conquistou 41,56% dos votos válidos no resultado da eleição deste domingo, 5, divulgada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ela irá enfrentar o candidato do PSDB, Aécio Neves, que revebeu 33,59% dos votos. A eleição do segundo turno será no dia 26 de outubro.

5 de outubro de 2014

Rui Costa é eleito governador da Bahia

Petista venceu a disputa para o governo da Bahia, com 54,35% dos votos válidos
Rui Costa é eleito governador da Bahia Divulgação/GOVBA
O candidato Rui Costa (PT) venceu a disputa para o governo da Bahia, com 54,35% dos votos válidos. Paulo Souto (DEM) ficou em segundo lugar, com 37,47%. Com 97,57% das urnas apuradas, os votos brancos somam 6,39% e os nulos, 10,18%.
Rui Costa nasceu em Salvador, em 1963. É um dos fundadores do PT baiano. Elegeu-se vereador pela cidade de Salvador em 2000, sendo reeleito em 2004, com o maior número de votos do partido.
Em janeiro de 2007, foi convidado pelo governador Jaques Wagner para assumir a Secretaria de Relações Institucionais, onde permaneceu até 2010, quando deixou a secretaria e se elegeu deputado federal.
Em 2012, foi novamente convidado para o secretariado baiano pelo governador Jaques Wagner, dessa vez para chefiar a Casa Civil.
Informações: ZH

3 de outubro de 2014

DE NOVO! Punido pelo STJD, Bahia perde dois mandos de campo por confusão em Feira


O Bahia foi novamente punido pelo Superior Tribunal de Justiça da Desportiva (STJD). Por conta da irresponsabilidade de membros das torcidas organizadas do clube, no jogo contra o Figueirense, quando tentaram agredir e roubar uma faixa dos torcedores do time catarinense, o Tricolor foi julgado e perdeu dois mandos de campo no Campeonato Brasileiro.

Além de ter que atuar com portões fechados para a torcida, o Bahia terá que pagar uma multa de R$ 20 mil. O Tricolor ainda irá recorrer da punição, mas, a princípio, os próximos duelos como mandante contra a Chapecoense (12 de outubro) e Atlético-MG (21 de outubro) não devem contar com a presença dos tricolores na Arena Fonte Nova.

Esta é a segunda punição que o Tricolor sofre nesta temporada por conta de desordens no estádio Joia da Princesa, em Feira de Santana. Na primeira pena, o Bahia perdeu um mando de campo e teve que pagar multa por conta da superlotação na partida contra o Santos, disputada no local.

Texto: Facebook do torcedor Marcos Souza

 

O GRITO DOS INOCENTES. Assassinato de jovem revolta população

Jovens protestam em frente da delegacia de Serra Preta
População inconformada com o assassinato da jovem Paloma Barreto
O assassinato da jovem Paloma Barreto, 13 anos, no Distrito de Bravo, município de Serra Preta, 140 km de Salvador, desencadeou uma série de manifestações e revoltas. Centenas de moradores, principalmente jovens do Bravo inconformados com a brutalidade, postaram mensagens solidárias nas redes sociais, fizeram passeatas e fecharam a BA 52 cobrando justiça.


Em marcha pelas ruas do Bravo, jovens se concentraram na frente da delegacia de polícia exigindo providências. Pela manhã de ontem, a BA 52 (Estrada do Feijão) passou um bom período interditada pelo protesto. Sem dúvida, esta revolta espontânea é um marco no município de Serra Preta, contrário a violência galopante. Os jovens, que protestam, identificaram no assassinato covarde de Paloma a insegurança e a ameaça cotidiana que estão submetidos.


Paloma Barreto recebeu um tiro na boca. Suportou a dor até falecer no hospital da criança em Feira de Santana. Não foi latrocínio, nem a arma que disparou. Foi um homicídio, que segundo relatos, provocado por um menor. O tiro que silenciou a linda Paloma, explodiu o grito dos jovens e amigos, que agora lutam por justiça, num município que não há políticas públicas para a juventude, lazer, educação de qualidade, oportunidades diversas, etc. Segundo Alex Matos, a comarca está sem Juiz e são poucos os policias para atender a demanda de dezenas de povoados que Serra Preta possui. Diversos homicídios ocorreram no município e não foram elucidados. Toda esta estrutura atrasada faz crê na impunidade.


Protesto fecha na BA 52
Desde a notícia do grave acontecimento da jovem, os protestos tomaram conta das redes sociais. Fotos de Paloma circulavam a cada minuto. Com a confirmação da morte, o último sentimento era gritar na rua a indignação. No protesto da BA, placas de candidatos foram queimadas. A casa do acusado depredada. O clique do teclado se transformou em cartazes com frases sobre paz e justiça. Hoje, dia 03, será o sepultamento de Paloma Barreto, a tristeza eterna de uma família, o inconformismo dos amigos, o peso da consciência dos responsáveis, e quem sabe, a justiça dos homens.


 Fotos: facebook de moradores de Bravo

Matéria Relacionada
Encontro de jovens termina em tragédia