17 de janeiro de 2019

Revelação da ginástica, Jackelyne Silva falece aos 17 anos

Fornecido por Gazeta Esportiva
A ginasta Jackelyne Silva, de apenas 17 anos, faleceu na última quarta-feira (16), conforme divulgado pela Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) em suas redes sociais. As causas da morte ainda não foram divulgadas e, assim como a entidade, o Pinheiros, clube onde a atleta atuava, lamentou a morte da jovem.
“Com imensa tristeza, o Esporte Clube Pinheiros recebeu a notícia do falecimento da ginasta Jackelyne Soares Gomes da Silva, ontem, 16 de janeiro. Jack, como era conhecida, fazia parte da equipe pinheirense desde 2010. Seu jeito brincalhão e sua alegria contagiavam todos que convivam com a atleta, dentro e fora dos treinamentos. Em quase 9 anos de convivência, ela fez parte de bons momentos da nossa equipe de Ginástica e o Clube acompanhou seu crescimento, como atleta e como pessoa.Solidário à dor de familiares e amigos, o Pinheiros está acompanhando e prestando todo o suporte possível nesse momento de despedida”, diz a publicação, seguida de um vídeo da ginasta em ação.
Jackelyne Soares estava em recesso e, portanto, sem treinar desde o ano passado. Segundo a publicação do Clube Pinheiros, o horário do velório, que acontecerá no Cemitério da Vila Formosa, em São Paulo, ainda não foi confirmado.
A ginasta defendeu a Seleção Brasileira nas categorias de base e chegou à categoria adulta em 2017, mas não havia conseguido um espaço maior na equipe principal. Alguns colegas, como Flavia Saraiva e Arthur Nory, se solidarizaram nas redes sociais, enquanto a CBG publicou um vídeo com momentos da atleta.

Globo leva Bolsonaro para Vila do Chaves em paródia no Tá no Ar

Veja SP tanoar
Não deu outra: na estreia da última temporada do Tá no Ar, programa de humor da Globo liderado por Marcelo Adnet e Marcius Melhem, nas redes sociais só se falou em um quadro. Em Vila Militar do Chaves, o ‘clássico’ exibido no SBT foi usado como modelo para uma paródia do governo Jair Bolsonaro. O personagem que faz referência ao presidente é interpretado por Marcelo Adnet.
Na esquete, os conhecidos personagens do programa de TV se assustam com a chegada de um novo “capitão”, que promete colocar ordem na Vila. O primeiro alvo é o Seu Madruga.
– Seu Madruga, melhor já ir pagando os catorze meses de aluguel que você deve – diz o capitão.
– Eu estou desempregado. Não consigo pagar aluguel.
– Desempregado? É va-ga-bun-do.
– Eu já me arrependo de ter gritado ‘Fora, Seu Barriga’ – diz o personagem.
Depois, Chaves e Chiquinha começam a chorar e são repreendidos:
– Pode parar com esse ‘mé-mé-mé’, com esse ‘pi-pi-pi’. Essa geração ‘mi-mi-mi’, ‘pi-pi-pi’ dos vermelhos. Você chorar eu até entendo, porque seu pai deu uma fraquejada (diz, olhando para Chiquinha). Agora, você é homem. Homem não chora. Os dois podem ir pra casa – ordena o capitão.
– Eu não tenho casa. Eu moro no barril – argumenta Chaves.
– Não tem casa? Va-ga-bun-do! Morador de rua! Imprestável. Leva ele daqui. Acabou a mamata da Bolsa Barril.
Depois, Dona Florinda e Quico são criticados:
– É uma família toda desajustada. Por isso esse menino é todo afeminado.
Polêmicas como ideologia de gênero, kit gay são citadas no quadro. No fim da piada, o capitão decide prender a plateia, que está rindo. “Não posso demitir a plateia porque demitiram quem demitiria a plateia. Pode deixar meia dúzia aí. Agora vou para a vila do Paulo Gustavo para acabar com aquela ditadura gayzista”, diz. Assista:

Informações: msn Entretenimento 



15 de janeiro de 2019

Estilista faz protesto contra Bolsonaro em desfile na Alemanha

Foto: Reprodução / Facebook
Brasileira radicada na Alemanha há cerca de 10 anos, a estilista Aline Celi incluiu protestos contra Jair Bolsonaro em um desfile de sua grife na Berlin Fashion Week, nesta segunda-feira (14). Na passarela, modelos seguravam cartazes com frases emblemáticas do presidente eleito traduzidas para o inglês, dentre as quais "o erro da ditadura foi torturar e não matar" e "ela não merece ser estuprada porque é muito feia".

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, também foi alvo do protesto, lembrada pela controversa declaração de que "meninos usam azul e meninas usam rosa".  "Isso é para lembrar que, mesmo eu não morando no Brasil, eu faço parte dessa cultura e para mostrar que, mesmo estando do outro lado do mundo, não concordo com o que está acontecendo no Brasil", destacou Celi, em entrevista à DW. 

A estilista brasileira já é conhecida por incluir em seus desfiles crítica social e política. "Moda não é superficial, moda não é só glamour. Com moda também podemos passar uma mensagem, moda também é política, moda também é economia", afirmou.



14 de janeiro de 2019

Bravo começa o Paraibano em alta, com gols e vitória, e já projeta artilharia e título do Treze


Atacante balançou as redes duas vezes na vitória do Galo sobre o Esporte de Patos, por 3 a 0, no jogo que marcou a estreia das duas equipes no Campeonato Paraibano de 2019
Bravo foi um dos destaques do Treze na estreia no Campeonato Paraibano
O Treze e seu atacante Adaílton Bravo começaram em alta a campanha no Campeonato Paraibano de 2019. O jogador marcou dois gols na vitória do Galo por 3 a 0 sobre o Esporte de Patos, no Amigão, nesse domingo, na rodada de abertura do estadual. Após a boa estreia, Bravo admitiu que é um dos candidatos ao posto de artilheiro da competição e vê o Alvinegro de Campina Grande como postulante direto ao título.

Bravo foi um dos principais nomes da vitória do Treze, que, com o resultado, terminou a primeira rodada do Paraibano no topo do Grupo A. Na verdade, o Galo tem os mesmos 3 pontos que Botafogo-PB e Nacional de Patos, que também venceram na estreia, mas perde para o Belo no critério dos gols marcados (4 a 3) e supera o Naça no saldo de gols (3 a 1).

- A gente vem bem desde a pré-temporada. Estou feliz que pudemos estrear bem, com vitória para ser campeão. Somos um grupo. Pressão existe em todo clube grande e no Treze não vai ser diferente. Temos que seguir trabalhando para que o resultado venha - avaliou o atacante após a partida no Amigão.

O Galo já vencia por 1 a 0 - gol de teco - quando Bravo começou o seu show particular na partida. Já no fim do primeiro tempo, ele recebeu de Diogo Peixoto e mandou para as redes, fazendo 2 a 0 para o Alvinegro. E, na segunda etapa, aos 20 minutos, ele recebeu cruzamento da direita e, de cabeça, marcou o seu segundo gol no jogo e o terceiro do Treze.

Com os dois gols marcados, o atacante trezeano larga na frente na briga pela artilharia do Campeonato Paraibano. Ele e outros dois jogadores - Clayton, do Botafogo-PB, e Marcinho, do Atlético de Cajazeiras - lideram essa lista. Perguntado sobre a possibilidade de terminar a competição como artilheiro, Bravo mostrou otimismo.

Agora o Treze vai ter seis dias para se preparar para o próximo duelo no estadual. O Galo só volta a campo no sábado, quando vai até Cajazeiras enfrentar o Atlético-PB no Perpetão, em jogo marcado para as 16h.


Assista à atuação de Adailton Bravo no Campeonato de Serra Preta em 2018.



12 de janeiro de 2019

Presidente da Câmara de Vereadores é acusado de agressão contra mulheres em disputa por água.


"Começaram as agressões, utilizando pedaços de madeira e com a própria bomba
aplicando golpe na cabeça, desferindo chutes causando vários hematomas"
Cíntia Silva Figueiredo, 32 anos, e Veronice Silva Figueiredo, 52 anos, registraram boletim de ocorrência na Delegacia de Polícia contra Gilmar Figueredo, atual presidente da Câmara de Vereadores de Serra Preta. As supostas vítimas, mãe e filha, alegam ter sido agredidas fisicamente numa disputa por água na zona rural de Serra Preta, 160 km de Salvador.
O fato ocorreu na quinta-feira (10), na localidade de Sapateiro, mas vem provocando intensa discussão nas redes sociais, principalmente a partir de um vídeo que registra parte da confusão. No vídeo, é possível ver o vereador, sem camisa, evitando, com o uso da força, o acesso a água.
A imprensa regional repercutiu o episódio com muita revolta por se tratar de uma autoridade contra mulheres. Durante o programa Ronda Policial, o âncora Valter Vieira questionou o ato e disse que "não precisava chegar a essa situação". Pelo whatsapp, circula o áudio do apresentador do Programa Rádio Repórter de Feira de Santana, onde faz críticas duras ao vereador Gilmar Figueredo. "Quando se trata de uma agressão de homem para mulher, eu particularmente digo que isso é covardia e é coisa de vagabundo", afirmou.
Segundo o 'Site de Notícia', "a moradora, que é vizinha e do vereador, afirma que a mãe tem uma bomba, onde utilizada para retirar água da fonte, que fica na casa do vereador". As supostas vítimas alegam que a revolta do vereador se deu porque elas não votaram no deputado indicado pelo político. “Ele se sente dono porque pediu para a prefeitura fazer a limpeza o que também aumentou seu tamanho e todos usam há mais de um ano e por questões políticas ele não quer que a gente pegue água” - disse Cíntia ao 'Site de Notícia'. No vídeo, é possível também ver reservatório para baixa renda, distribuídos pelo Governo Federal na suposta propriedade do vereador.
"Gilmar e Shirley - sua esposa, armada com uma faca, começaram as agressões, utilizando pedaços de madeira e com a própria bomba aplicando golpe na cabeça, desferindo chutes causando vários hematomas", relataram as vítimas. O 'Site de Notícia', confirmou que sexta-feira (11) mãe e filha compareceram ao departamento de polícia técnica para exames de lesões corporais.
O presidente da Câmara Gilmar Figueredo também utilizou a rede social para se defender. "Na verdade, há quatro anos, eu cavei uma fonte aqui no quintal de minha casa e esse pessoal que tá aí colocando meu nome na rede social são inimigos da minha família há muito tempo, há muitos anos", afirmou. Disse que liberou a água para uso doméstico por causa do sobrinho Dimas, com quem tem boa relação, mas começaram a "esculhambar", molhando quintal, então mandou retirar a bomba, mas não teve o pedido atendido.

O vereador nega que agrediu alguém e que serve ao município por 16 anos e nunca quis mal a ninguém. Disse que está consciente da situação, mas não vai permitir que um inimigo dele utilize de seu patrimônio para lhe perseguir.

Vídeo registrou parte da suposta agressão


LEIA TAMBÉM
Veja fotos do maior açude público de Serra Preta
Serra Preta vira deserto
Prefeito decreta Estado de Emergência em Serra Preta


Prefeitura abre 720 vagas para aulas de natação gratuitas na Arena Aquática

Foto : Reprodução / Instagram
Por Kamille Martinho 
Prefeitura abre inscrições nessa segunda (14) para aulas de natação gratuitas na piscina olímpica da Arena Aquática, localizada na Pituba. De acordo com o prefeito ACM Neto, em sua conta no Instagram, as inscrições para as 720 vagas podem ser feitas no site www.arenaaquatica.salvador.ba.br, que começará a funcionar na segunda.
De acordo com as publicações, a piscina poderá ser usada por qualquer cidadão acima de sete anos que já pratique ou queira praticar natação e hidroginástica e que esteja devidamente cadastrado. O prefeito ainda esclarece que a duração das aulas serão de 4 meses, "para que outras pessoas tenham oportunidade de se matricular".
As aulas serão monitoradas por um time de profissionais de Educação Física especializados em natação e tem previsão para início em fevereiro. A Arena funcionará de segunda a tarde, das 6h às 18h.

Começou o Madre Music 2019


O Madre Music 2019 deu início sexta-feira (11) com shows de Jau e Gleidinho Salvattori. Multidão lotou o espaço 'Pôr do Som' no alto da Igreja Matriz, reunindo um público muito eclético e de todas as idades.
O Madre Music 2019 será dividido em três espaços: Arena Madre Music (Estádio Municipal); Pôr do Som (Alto da Matriz/ Ilha de Maria Guarda), e Área de lazer. Entre as atrações estão: Harmonia do Samba, Léo Santana, Devinho Novaes, Gustavo Mioto, Belo, Tayrone, Daniel Vieira, Jau, Kart Love, Adão Negro e Filhos de Jorge.
A prefeitura recomenda aos moradores, que vão curtir a festa, para deixar o carro em casa. Aos turistas, a orientação é que chegue mais cedo e procure um estacionamento apropriado. Carros estacionados em locais proibidos estarão sujeitos a reboque.
Programação
Pôr do Som/ Alto da Matriz
11/01 – Jau + Gleidinho Salvattori – Às 17h
12/01 – Kart Love + Lucas Viana – Às 17h
25/01 – Adão Negro + Pedida Perfeita – Às 17h
26/01 – Filhos de Jorge + Por Amizade – Às 17h
Pôr do Som / Maria Guarda
09/02 – Danniel Vieira = Star Samba – Às 17h
01 e 02/02 – Evento Especial na Área da Lazer
Arena Madre Music (Estádio Municipal)
17/01 – Leo Santana / Devinho Novaes + Caos na City (ingresso 1kg de feijão) – Às 21h
18/01 – Tayrone / Belo + Turma do Balanço – Às 21h
19/01 – Harmonia / Gustavo Mioto + Dan Ventura – Às 21h

11 de janeiro de 2019

Baiana faz alerta após bebê ser infectado com herpes aos 17 dias

Rafaela resolveu publicar em suas redes sociais para alertar os pais sobre os riscos de beijos em recém-nascidos


"Não é frescura das mães. Parem de querer beijar bebê que não é seu", escreveu a manicure baiana Rafaela Moreira em seu Facebook, acompanhada da foto do filho, Gustavo, com o rosto cheio de bolhas. Ele foi infectado com herpes aos 17 dias de nascido por uma pessoa que o beijou durante uma visita.
Moradora de São Paulo, Rafaela resolveu pulbicar em suas redes sociais para alertar os pais sobre os riscos desse tipo de contato com recém-nascidos.
"Atualmente ele está bem, mas resolvi tornar isso público após ler um relato de uma mãe nos Estados Unidos num caso muito semelhante ao do Gustavo em que ela conta que a filha morreu. Ninguém fala sobre isso. Muita gente não reconhece esse tipo de doença", disse em entrevista ao jornal Extra.
A baiana de Euclides da Cunha explicou que soube de uma menina americana que morreu aos 12 dias de vida após ter sido beijada e contraído o vírus da afta. “Quando o Gustavo nasceu eu fui para casa e em casa tive várias visitas seguidas, familiares, amigos, não tem como dizer de quem foi que pegou, não dá pra acusar ninguém”, afirmou em relato para o site BebêMamãe.
Gustavo ficou internado por dez dias numa área de isolamento no Hospital Municipal M’Boi Mirim, em São Paulo. Depois da alta, o garotinho continuou, em casa, com o tratamento com cremes dermatologicos. "Um dia antes ele chorava muito, estava sem marcas. Achávamos que eram cólicas, mas no outro dia pela manhã, levei um susto. O rosto dele estava todo infeccionado, aí eu o levei de imediato ao hospital, onde a médica contou que a herpes foi contraída pelo beijo. Ela recomendou que nessa fase a gente tem que evitar visitas", lembrou.
Hoje, Gustavo já está com quatro meses de vida, forte e saudável. No entanto, a mãe segue com os cuidados para evitar que o vírus volte a se manifestar.

Abaíra tem cinco anos sem homicídio

Abaíra atrai inúmeros turistas para o Festival da Cachaça
Localizado na região da Chapada Diamantina, o município de Abaíra, também conhecido como a cidade da cachaça, completou cinco anos sem registros de homicídio. A última ocorrência deste tipo de crime foi computada no dia 4 de janeiro de 2014. Em parceria com a 13ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin-Seabra), a 29ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) desenvolve atividades que visam a prevenção e redução de Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLIs).
As rondas e abordagens em áreas rurais e urbanas são consideradas pelas polícias umas das principais ações que evitam delitos contra a vida. Desta forma, bares, pessoas e veículos são constantemente alvos de revistas preventivas. “Isso é resultado do trabalho integrado das unidades de defesa social que de foma unida buscam fortalecer as diversas atividades policiais que temos na região. Abaíra, além de ser produtora e fornecedora de aguardente é também uma cidade que atrai inúmeros turistas para o Festival da Cachaça’, que acontece a cada dois anos”, pontuou o comandante de Policiamento da Região Integrada de Segurança Pública (Risp) Chapada, coronel PM Valter Araújo.
O diretor do Departamento de Polícia do Interior (Depin), delegado Flávio Góis, salientou ainda o trabalho de inteligência como outro fator preponderante na ausência de crimes contra a vida. “Conseguimos nos antecipar a alguns fatos e impedi-los. Agradecemos também à população que colabora com o trabalho das forças de segurança”, completou. 

Sozinho, o aposentado Hélio da Silva plantou 25 mil árvores e recuperou área degradada em São Paulo

Hélio da Silva reflorestou as margens do Córrego Tiquatira, na Zona Leste de São Paulo, em apenas quatro anos. Área de 320 mil m² foi transformada no primeiro parque linear da capital paulista. Foto: Arquivo Pessoal.
“Quem disse que uma andorinha só não faz verão?” O comentário de um popular na internet sobre o Parque Linear Tiquatira resume bem a história por trás do verde de uma das principais áreas de lazer e recreação da Zona Leste de São Paulo. Às margens do córrego que dá nome ao bosque, as mais de 25 mil árvores presentes surgiram, em sua maior parte, da perseverança de um único cidadão.

Hélio da Silva, 67 anos, administrador de empresas aposentado, mais conhecido pela merecida alcunha de “Plantador de Árvores”, plantou a primeira muda no local em 23 de novembro de 2013. Quatro anos e 5 mil árvores depois, a recuperação de uma área antes degradada motivou a Prefeitura de São Paulo a transformar o bosque no primeiro parque linear (no decurso de um rio) da capital paulista. 
Vista geral do Parque Linear Tiquatira, na zona leste de São Paulo.
Imagem: Divulgação.
“Antes, havia lá umas 15 árvores de replantio apenas”, recorda Silva. “Era uma área degradada, suja, cheia de entulhos, altamente frequentada por traficantes e usuários de drogas”, diz o empresário, natural de Promissão (SP) e desde os 8 anos morador de São Paulo. 
A boa notícia para a saúde do paulistano é que a jornada de Hélio da Silva
 parece estar longe do fim.
Foto: Pétala Lopes.
A instituição do parque levou Silva a acelerar ainda mais o ritmo. Quanto mais gente e pássaros eram atraídos para a ilha verde em meio ao concreto, mais buracos Silva cavava para novas mudas. “As árvores são generosas, oferecem ar puro, ajudam a preservar as nascentes, dão frutos, atraem pássaros, embelezam com flores e contribuem para reduzir a temperatura em seu entorno e retêm 40% das chuvas torrenciais, evitando erosões”, diz, justificando seu fascínio pelas plantas. 
Hoje, o parque de 320 mil metros quadrados está densamente arborizado. Somente Silva plantou 25.047 árvores no local, com sobrevida de 88% (nos cálculos dele). São mais de 150 espécies da Mata Atlântica, o que inclui o ameaçado pau-brasil e também a araucária, símbolo do Paraná. Entre as árvores mais recorrentes estão jequitibás, aroeiras, ipês (floridos nesta época do ano) e embaúbas. 


22 de dezembro de 2018

Livro é retirado de escola após pais perceberem que obra é de Chico Alencar


Uma escola particular de Brasília excluiu um livro infantil, “A semente de Nicolau”, por ser de autoria do deputado Chico Alencar (PSOL-RJ).
O livro chegou a integrar o lista de materiais, mas foi excluído por pressão de um grupo de pais. Mas houve pais que defenderam a leitura da obra e informaram o deputado do ocorrido.
Segundo o Congresso em Foco, a escola se propôs a reembolsar os pais que já tivessem comprado o livro para o ano que vem.



PM antifascista executado em Natal previu há 9 meses: ”Ontem foi Marielle, já foi Doroty e amanhã pode ser eu”

Segurança da campanha de Fátima é executado com cinco tiros na cabeça em Natal
Do movimento Policiais Antifascismo, o PM foi segurança voluntário
da campanha da senadora Fátima Bezerra (PT) ao governo do Rio Grande do Norte
O soldado da Polícia Militar João Maria Figueiredo foi executado com cinco tiros na cabeça por volta das 17h desta sexta-feira (21), próximo ao motel Ele&Ela, no bairro da Redinha, Zona Norte de Natal.

O assassino levou a arma funcional e o celular do PM.
O corpo dele foi encontrado ainda com capacete numa estrada de terra carroçável na Redinha, Zona Norte de Natal.
Cabo Figueiredo, como era conhecido, participou voluntariamente da equipe de segurança da campanha da governadora eleita Fátima Bezerra e era cotado para integrar a equipe dela a partir de 1º de janeiro.
Até entrar na PM, em 2009, Figueiredo era filiado ao PT. Como a corporação não permite agentes filiados a partidos políticos, ele teve então que se desfilar.
Figueiredo era membro ativo do grupo Policiais Antifascismo, movimento criado por operadores de Segurança Pública que luta pela democracia e pelos Direitos Humanos dentro da estruturas das polícias.
A violência, para Figueiredo, era um problema social ligado à criminalização do povo pobre e preto das periferias brasileiras. Foi convidado várias vezes para dar palestras sobre Segurança, Direitos Humanos e descriminalização das drogas como alternativa para redução da violência urbana.



Leia Mais no Via Mundo

No vídeo acima, a fala do PM Figueiredo, em 15 de março de 2018, no debate sobre Violações dos Direitos Humanos no interior das Corporações Policiais, durante o Fórum Social Mundial, realizado em Salvador (BA)



21 de dezembro de 2018

A Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) abre nesta sexta-feira (21) o prazo para credenciamento dos profissionais de imprensa

A solenidade será de uso exclusivo dos profissionais credenciados
A Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) abre nesta sexta-feira (21) o prazo para credenciamento dos profissionais de imprensa – repórter, repórter cinematográfico, fotógrafo, radialista, técnicos e auxiliares – interessados na cobertura da cerimônia de posse do governador eleito da Bahia, Rui Costa. A exiguidade do espaço disponível, na bancada jornalista José Carlos Prata, impõe a necessidade de ser vedado o acesso de não-credenciados ao local no dia primeiro de janeiro, a partir das 13h.

Os órgãos de comunicação deverão credenciar seus funcionários até o dia 26 de dezembro de 2018. O credenciamento será feito através do envio dos dados completos dos profissionais para o endereço de e-mail: credenciamento@alba.ba.gov.br, com as seguintes informações: veículo de comunicação, nome completo, profissão e RG.

Após enviar a solicitação de credenciamento com as informações solicitadas, o profissional deve aguardar a confirmação de recebimento da mensagem. As credenciais serão entregues no dia 1º de janeiro, das 9h às 13h, no Comitê Jornalista Edson Alves de Imprensa da Assembleia Legislativa da Bahia no primeiro subsolo do Palácio Deputado Luís Eduardo Magalhães, contíguo ao plenário.

Mesmo jornalistas e radialistas que atuem como assessores de imprensa de parlamentares, de órgãos públicos ou privados, não terão acesso ao local, que nesta solenidade será de uso exclusivo dos profissionais credenciados – necessariamente vinculados a órgãos de comunicação para essa cobertura, sejam sites, blogs, emissoras de rádio e televisão e jornais. O espaço no plenário será restrito às equipes de televisão e fotógrafos, igualmente por ser uma área que abriga no máximo 150 pessoas.

ESPAÇO RESERVADO

Toda a solenidade de posse será direcionada para convidados. Portanto, todos os assentos no plenário estarão reservados para os atuais 63 deputados estaduais, os 39 deputados federais e os três senadores da Bahia – bem como para os eleitos no pleito passado, que tomarão posse em 1º de fevereiro.

Os assentos estarão reservados também para os familiares dos empossandos Rui Costa e João Leão, assim como para prefeito da capital, Antonio Carlos Magalhães Neto, o presidente da Câmara Municipal de Salvador, secretários de Estado, desembargadores, conselheiros das Cortes de Contas, chefes dos comandos militares sediados na Bahia, ex-deputados e outros convidados que serão acomodados no Plenário Orlando Spínola.

Prefeitos, vereadores da capital e interior, lideranças políticas, dirigentes de órgãos ou empresas públicas e demais pessoas terão acesso como convidados às salas das comissões e ao saguão Nestor Duarte, que terá assentos extras – sendo o acesso controlado pelo Cerimonial da Casa. Toda a solenidade será transmitida em telões no sistema interno de televisão, sendo as imagens geradas pela TV ALBA, que transmitirá a íntegra da cerimônia de posse para toda a Região Metropolitana de Salvador através do canal digital 61.2, do canal 14 da NET (para assinantes) e através da internet na página no Facebook e no Portal da ALBA.

Informações: Assessoria de Comunicação Social da ALBA via e-mail

20 de dezembro de 2018

Repórter de afiliada da Globo é afastado após ser filmado espancando idoso


O repórter Rodrigo Maia, da rede Gazeta, afiliada da Rede Globo foi afastado do trabalho após se envolver em uma briga de condomínio em Vitória, Espírito Santo, nesta terça-feira (18).  De acordo com as imagens de segurança, uma mulher de camisa vermelha assiste à discussão do homem de camisa azul com o repórter, de camisa mais clara. Rodrigo filmava com um celular. O homem de camisa azul tenta empurrar e chutar o repórter. Rodrigo coloca o celular no chão e parte para cima do homem. A mulher sai e os dois brigam no elevador.

Em seguida, eles caem no chão e Rodrigo, ajoelhado, dá vários socos. Depois, com o homem já caído, Rodrigo o arrasta pela camisa. Fala com o homem e volta a agredi-lo várias vezes. Em contato com a Gazeta Online, o aposentado Nildo Ferreira, 69 anos, disse que as discussões entre os dois começaram por causa de barulho vindo do apartamento do comunicador. Segundo Nildo, a discussão no elevador aconteceu por esse motivo, já que o aposentado novamente questionou o repórter dizendo que ele continuava fazendo barulho.

Com todo a repercussão do caso, a Rede Gazeta enviou uma nota à imprensa: "A Rede Gazeta decidiu afastar de suas funções o repórter Rodrigo Maia, que se envolveu numa briga no condomínio onde mora, em Vitória. As agressões foram filmadas pelas câmeras de segurança do prédio. A Rede Gazeta repudia qualquer tipo de violência. E tão logo tomou conhecimento dos fatos decidiu imediatamente pelo afastamento do repórter até apuração completa do ocorrido". 




Liminar suspende mesa diretora da Câmara de Vereadores de Serra Preta


 

Tudo indica que a Câmara de Vereadores de Serra Preta terá que realizar uma nova eleição para a escolha da Mesa Diretora. O vereadores Adilson de Oliveira, Eliúde Miranda, Magno Alves, Mário Gonçalves, Silvano da Silva e Vomildo Gomes ajuizaram uma Ação Ordinária, alegando que os réus Antonio Marcos, Gilmar Costa, Maizo Santos e Roque Luiz feriram o regimento interno da Casa.

Em caráter liminar, o juiz Gustavo Hungria, da 2ª Vara da Fazenda Pública, suspendeu os atos praticados durante a sessão legislativa, “por aparente divergência com a norma estabelecida no art. 9º, § 1º, do Regimento Interno da Casa, de modo a assegurar o tempo necessário para que o processo permita a discussão e participação de eventuais interessados”.

Segundo o site Bahia na Política, através dos autos judiciais, "no dia 13 de abril deste ano, o presidente da Câmara Municipal, vereador Gilmar Costa de Figueiredo, transformou a sessão ordinária em sessão especial, com a finalidade de efetuar a eleição da Mesa Diretora, referente ao biênio 2019/2020.

Foram eleitos para o período, após registro de chapa única, os vereadores Gilmar Costa de Figueiredo (presidente); Roque Luiz Oliveira Almeida (vice-presidente); Maízo Santos de Oliveira (primeiro-secretário) e Antônio Marcos Lima Sacramento (segundo-secretário).

Até o momento do fechamento da matéria, nenhum dos vereadores réus se pronunciaram sobre a decisão judicial.



Vida de Edson Gomes será contada em filme biográfico de Chico Kertész

Foto: Divulgação
Por Júnior Moreira Bordalo / Jamile Amine

Após lançar o longa-metragem “Axé: Canto do Povo de um Lugar” e em fase de finalização de um documentário sobre os 30 anos do bicampeonato brasileiro do Bahia, Chico Kertész prepara agora um filme biográfico sobre Edson Gomes. “Eu acho que é um cara também que merece. É como se a gente estivesse fazendo um inventário da Bahia e pegando as coisas que precisa”, explica o diretor, contando que há algum tempo tem viajado a Cachoeira, onde vive o artista baiano, para realizar as filmagens. 

A data de estreia do filme, no entanto, ainda não foi definida. “Eu estou captando ainda, nem entrou em edição. Eu estou filmando ele, filmando, filmando...”, diz Chico, revelando que não tem encontrado dificuldades em registrar as imagens de shows e entrevistas com o músico, que é um dos maiores nomes do reggae no país.

“Ele tem essa fama de ser ‘brabão’. Eu cheguei pra ele: ‘todo mundo fala que você é brabo’. E ele: ‘falam muita coisa de mim, mas não é não, eu sou tranquilo’. Ele comigo foi mesmo, eu perguntei muita coisa pra ele”, lembra Chico Kertész, para quem o artista “é um astro”. A motivação para gravar o filme documental vem desta visão: “Sou fã de Edson. Basicamente é do gosto pessoal, porque não dá para a gente fazer nada que não gosta”, explica o diretor. “Se você me mandar entrevistar Gusttavo Lima, fazer um filme sobre ele, não vai dar certo, né?”, destaca. 




Dez baianos ganham R$ 100 mil em sorteio; confira lista de vencedores


O Natal será mais feliz para dez baianos. No último sorteio do ano da campanha Nota Premiada Bahia, realizado nesta quarta-feira (19), foram premiados nove participantes de Salvador e um de Itabuna, cada um com R$ 100 mil. Os vencedores da capital moram em Praia do Flamengo, Pirajá, Cabula VI, Federação, Barris, Pituba, Valéria, Imbuí e Boca do Rio.
Os ganhadores de dezembro são:
  1. Eduardo Queiroz da Silva
  2. Marcelo Lisboa Fiuza
  3. Elzimeyre Chaves
  4. Sana Rozeane Santos Nascimento
  5. Igor da Mota Soares
  6. Italo Boson Almeida
  7. Mônica Rodrigues Amorim
  8. Danilo Paixão de Jesus
  9. Wilson Ramos Oliveira
  10. Alexsandro Ricardo Sousa Gomes
Os nomes de todos os sorteados podem ser conferidos no www.notapremiadabahia.ba.gov.br, junto com parte da numeração do CPF.De acordo com a Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia (Sefaz-Ba), responsável pela campanha, são atualmente cerca de 390 mil participantes inscritos. Além de estar cadastrado no site, para concorrer é preciso incluir o CPF nas compras realizadas em estabelecimentos que emitem a Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e).
Todas as premiações têm como base os resultados da Loteria Federal. Os números dos bilhetes com os quais os participantes concorrem aos sorteios são divulgados com antecedência no site. Para acompanhar todo o processo, basta acessar a página, fazer o login e, no menu “Minha Conta”, escolher a opção “Bilhetes”. A busca pode ser filtrada pelo período de emissão da nota fiscal.
Os participantes também compartilham suas notas fiscais eletrônicas com 694 instituições beneficentes apoiadas pelo programa Sua Nota é um Show de Solidariedade: quem se cadastra para concorrer aos sorteios deve indicar até duas instituições, uma da área de saúde e outra da área social.


Dezembro foi o mês da Capina do Monte em Serra Preta

Presença de jovens garante o fortalecimento da Capina do Monte
Foto: facebook de Iuri Cerqueira
A tradicional Capina do Monte este ano aconteceu no dia 09 de dezembro. A festa é organizada pelos moradores da pequena cidade de Serra Preta, 150 km de Salvador.  Sempre uma comissão é escolhida para conduzir a mais antiga festa negra do município e uma das mais antigas da Bahia.

Dezembro é mês de  sol forte, mas este ano a Capina do Monte foi surpreendida por um clima úmido e pancadas de chuva, deixando a caatinga totalmente verde - algo raro para o período!

A Capina do Monte tem o 15 de dezembro como sua data histórica, mas os organizadores resolveram comemorar todo segundo domingo do mês de dezembro com o objetivo de oportunizar  uma presença de um público maior. Este ano, foi a segunda experiência com a data nova. O evento agora não tem apenas uma data, mas o mês de dezembro como o grande referencial.

O sincretismo religioso é presente na Festa da Capina. Trabalho, Fé, religiosidade e muito samba são as marcas do evento durante todo o dia. Trabalhadores rurais e simpatizantes sobem o monte na cidade de Serra Preta, rezando e capinando uma rústica estrada, que começa da base e vai até o cume. Em seguida, uma pequena charanga percorre as ruas da charmosa cidade do século XVIII.

Serra Preta é uma típica cidade colonial. O núcleo urbano foi elevado a condição de Vila em 1722. Ainda hoje, a cidade mantém os traçados do passado com sua população praticamente negra, casarões antigos, ruas  e largo bem tradicional. Essas características interferem em outras leituras sobre a Capina do Monte.

Sobre a Festa

Vereador Simão, Iuri Cerqueira e Mário Ângelo
marcaram presença na Capina do Monte
Não se sabe ao certo a origem da Capina do Monte. Porém, não há dúvida de que se trata de uma festa promovida pela comunidade negra, que compõe absolutamente a população local. A cidade de Serra Preta, com menos de mil habitantes, é um local tipicamente de raízes negras. O vereador Sérgio Moreira, defensor das políticas afirmativas para a negritude, afirma que a Capina do Monte vai para além da festividade e dos adereços. Para Moreira, a festa surge em comemoração à abolição da escravatura em 1888.

Segundo Sérgio Moreira, negar a origem do evento ou mesmo relativizar absolutamente os principais atores da festa, é tentar de alguma forma ignorar a luta de resistência e o sofrimento que a comunidade negra de Serra Preta viveu e vive, mesmo com a abolição do século XIX.
            
Desafios

A Capina do Monte passa por dificuldades. Mesmo centenária, a festa se tornou resistência cultural e corre o risco de desaparecer. Pouco investimento e disputa política atrapalham o crescimento e a aproximação das novas gerações ao evento.

Este ano, cerca de 200 pessoas participaram da Capina do Monte. Muito pouco para a importância da festa. "Queremos fortalecer a Capina do Monte, conservando a tradição e certamente estamos pensando em novas estratégias juntamente com os organizadores", garantiu o prefeito Rogério Serafim.

Nas redes sociais, a artista e pesquisadora Renata Mattar comentou sobre a Capina do Monte e garantiu presença na festa em 2019. A internauta Eliana Rodrigues achou "muito lindo" a Capina. Já Nevolandia Santiago parabenizou a relação "fé e tradição", que caracteriza os mais de 100 anos da Capina do Monte.  



LEIA TAMBÉM
Serra Preta completou 295 anos
Reconhecimento histórico da cidade de Serra Preta é discutido