22 de maio de 2011

Chuvas transformam a paisagem da Zona Rural de Serra Preta

Zona rural de Serra Preta. Ao fundo, Serra Grande - ponto culminante do município com seus 623m
O semiárido é marcado por longas secas e sofrimento para quem vive em função da economia agro-pastoril. Mas ultimamente, o que se ver em Serra Preta, 160km de Salvador, é uma vegetação verde e o gado gordo.

As chuvas constantes mudou a paisagem e a economia local ganha fôlego. Visitante a região da Ciriema, não dificil ver a animação do povo local. Muitos afirmam que a uma tarefa de terra, em períodos de seca poucos compram, hoje pode chegar até três mil Reais.  Mesmo assim, ninguém vende. O preço normal seria de 1.500 reais a 2.500.

A terra aquecida, ou melhor úmida, recrudece o otimismo e muitos agricultores já começam a plantar capim, milho e feijão. "Se chuvesse sempre assim, Serra Preta seria o melhor lugar do mundo para morar", afirma Paulinho do Candeal. Se depender da fé do sertanejo e do clima, 2011 será um ano para se comemorar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe do blog deixando sua mensagem, nome e localidade de onde escreve. Agradecemos.