4 de julho de 2017

Autoestima recuperada! Cidade histórica de Serra Preta prolonga as festas juninas

Festas juninas de Serra Preta ultrapassam o mês de junho
As festas juninas do município de Serra Preta entram para o calendário baiano como uma das maiores este ano. Os festejos começaram com o Trezenário de Santo Antônio no distrito de Bravo (31 de maio a 13 de junho) promovido pela Igreja Católica. Em seguida, as escolas municipais e particulares organizaram seus arraiás. Apresentações de quadrilhas em muitos distritos do município não deixaram o ritmo cair e na feira livre em Bravo, todos os sábados, era possível acompanhar um bom forró com apresentações musicais, para quem gosta da boa sanfona, triângulo e zabumba.

Dia 23 e 24, a animação ficou por conta do São João nos arraiás do distrito de Bravo e Ponto (ler matéria). Este ano, a ‘Vila Junina’ antecipou o forró em Ponto de Serra Preta e os arraiás da rua atraíram multidão em Bravo. O destaque ficou por conta do Arraiá da Rua do Norte. Dia 30 e 31, a Lagoa da Caiçara entrou fortemente na festa junina com seu Arraiá, muito bem organizado, na praça.

Serra Preta tem Rainha e Rei nas festas juninas
E junho não foi suficiente para todos os eventos. O São Pedro, que é comemorado na Sede do município, se estendeu até o feriado de 02 de julho. O público elogiou bastante o arraiá na cidade histórica de Serra Preta. O maior de todos os tempos! Acredita-se que os dois dias de festa na Sede superaram a animação em Bravo e Ponto, algo impensado antes.

No dia 01, a magia da festa junina tomou conta do arraiá mais charmoso do município. A decoração impecável e as atrações musicais tocaram na totalidade o velho forró. Presença de público extraordinária. Já no dia 02, a Sede contou com o maior público já registrado - segundo o prefeito Aldinho, que festeja alegremente o sucesso do evento. O prefeito recebeu diversas lideranças regionais, que elogiaram a festa, como o prefeito Fernando Bispo de Anguera.

Cidade histórica registra público record de participantes
Prefeito Aldinho comemorou o sucesso das festas juninas
O Licor do Jegue, com 17 anos de existência, arrastou um tsunami de foliões pelas ruas históricas de Serra Preta a partir das 14h. Ricardo Souza, gerente do Banco do Bradesco, era um dos milhares participantes da festa. “Eu só tenho a agradecer. Sucesso! A organização está de parabéns!”, afirmou. “É a melhor festa de São João da Bahia”, declarou o médico veterinário Hermano Prestes.

Os festejos juninos oficiais se encerram na madrugada do dia 03 com atrações musicais em ritmos variados. Para quem ficou com saudades, não precisa esperar até 2018. Há ainda encontro de quadrilhas na região do Pendura Saia, dia 09, e diversos forrós espalhados pelo município até o fim do mês. É São João que não acaba mais! Viva Serra Preta! 

Fotos: Facebook de Rogério Serafim/Ricardo Sena 

Breve, um vídeo sobre os festejos

Matérias Relacionadas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe do blog deixando sua mensagem, nome e localidade de onde escreve. Agradecemos.